20 C
Vitória
quinta-feira, 24 setembro 2020

“Super Drags” – Pediatras condenam animação

Leia também

Senado aprova recriação do Ministério das Comunicações

O novo ministério foi assumido pelo deputado Fábio Faria (PSD-RN), em mais um sinal do Palácio do Planalto de aproximação com o Centrão

Tóquio-2020 quer limitar deslocamento de atletas para evitar infecção de covid-19

"Os atletas têm de ser protegidos e se entrarem em contato com o público podem se infectar", disse Toshiro Muto

Uma em cada cinco pessoas ficou rigorosamente isolada em casa em agosto, diz IBGE

Em comparação a julho, aumentou o número de pessoas que reduziram o contato, mas continuaram saindo de casa

Produção da Netflix ainda não tem ainda data de estreia. Entidade pediu cancelamento do lançamento.

A série brasileira “Super Drags” ainda está em fase de produção. Mas é motivo para debate e polêmica. A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) emitiu nota oficial demonstrando preocupação com o desenho animado. Segundo o documento, a trama gira ao redor de jovens que se transformam em drag queens super-heroínas.

Segundo o órgão, a animação, que foi produzida para o publico adulto, apresenta riscos para crianças e adolescentes. Além de ser um conteúdo impróprio para a TV. E pede cancelamento da série.

“A SBP respeita a diversidade e defende a liberdade de expressão e artística no País, no entanto, alerta para os riscos de se utilizar uma linguagem iminentemente infantil para discutir tópicos próprios do mundo adulto, o que exige maior capacidade cognitiva e de elaboração por parte dos espectadores”, declarou o conselho de pediatras.

A série é produzida para a Netflix. E mostra a história de três amigos. Segundo descrição da plataforma de vídeos, eles “de dia, trabalham numa loja de departamento e têm que aguentar o chefe escroto. De noite, eles aquentam a neca e se transformam nas super drags, prontas para salvar o mundo da maldade e da caretice, enfrentando um vilão desaplaudido a cada episódio”.

O programa é a primeira animação brasileira a entrar para o catálogo do serviço de streaming e não tem data de estreia anunciada.

*Com informações de O Globo

Nota oficial da SBP

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), em nome de cerca de 40 mil especialistas na saúde física, mental e emocional de cerca de 60 de milhões de crianças e adolescentes, vê com preocupação o anúncio de estreia, no segundo semestre de 2018, de um desenho animado, a ser exibido em plataforma de streaming, cuja trama gira ao redor de jovens que se transformam em drag queens super-heroínas.

 A SBP respeita a diversidade e defende a liberdade de expressão e artística no País, no entanto, alerta para os riscos de se utilizar uma linguagem iminentemente infantil para discutir tópicos próprios do mundo adulto, o que exige maior capacidade cognitiva e de elaboração por parte dos espectadores.

A situação se agrava com o fim da Classificação Indicativa, decretado com sentença do Supremo Tribunal Federal (STF) que declarou inconstitucional o dispositivo do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) que estabelece multa e suspensão às emissoras de rádio e TV ao exibirem programas em horário diverso do autorizado pela classificação indicativa.

Essa decisão deixa crianças e os adolescentes dependentes, exclusivamente, do bom senso das emissoras de TV e plataformas de streaming, agregando um complicador a mais às relações delicadas existentes no seio da família, do ambiente escolar e da sociedade, de forma em geral.

Isso por conta do risco de exposição indevida desse segmento, por meio de programas, como esse desenho animado, a imagens e conteúdos com menções diretas e/ou indiretas a situações de sexo, de violência, de emprego de linguagem imprópria ou de uso de drogas.

Vários estudos internacionais importantes comprovam os efeitos nocivos, entre crianças e adolescentes, desse tipo de exposição. Ressalte-se o período de extrema vulnerabilidade pela qual passam esses segmentos, com impacto em processos de formação física, mental e emocional.

Sendo assim, a SBP reitera seu compromisso com a liberdade de expressão e com a diversidade, mas apela à plataforma que cancele esse lançamento, como expressão de compromisso do desenvolvimento de futuras gerações.

Além disso, a SBP pede aos políticos que, considerando a impossibilidade de recurso à decisão do STF, reabram o debate sobre a retomada da Classificação Indicativa ouvindo a contribuição dos especialistas, o que permitirá encontrar solução que não comprometa questões artísticas e assegure mecanismos de proteção para o público composto por crianças e adolescentes.”

Teaser

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Os evangélicos que dominam o universo digital do Brasil

Sete das dez personalidades religiosas que dominam o universo digital no Brasil, sete são evangélicos. Saiba mais!

Um ministro evangélico no Supremo?

William Douglas é um dos nomes mais cotados para assumir a nova vaga na Corte em novembro. Saiba mais!

Live: Lançamento do Evangelho de João em Libras

Lançamento do evangelho de João em Libras será nesta sexta-feira, 25, pelo Youtube. Saiba mais!

Dedicou seus últimos dias a pregar o evangelho

Conheça a história fantástica de um Garoto de apenas 12 anos que descobriu câncer, mas dedicou seus últimos dias a pregar o Evangelho. Saiba mais!

De novo, Bolsonaro na lista de mais influentes do mundo

Pelo segundo ano consecutivo o chefe do executivo entra no ranking das personalidades de destaque do mundo. Saiba mais!

Gabriela Gomes canta “Deus Emanuel”

Canção é o último registro da sessão de lives realizadas pela cantora. Conheça a canção!

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Live Elementos Essenciais do Discipulado

Como os Estudos da Bíblia de Discipulado podem ser usados em microgrupos de discipulado entre pessoas recentes na fé. Saiba mais!

Live solidária: artistas em favor da Igreja Perseguida

Denominado de "Seja um com eles", a live solidária é um grito de ajuda a igreja perseguida. Paulo César Baruk, Rebeca Nemer, Eyshila, André Aquino são alguns dos convidados. Saiba mais!

Arte da Graça em casa; Conscientização do setembro amarelo

Em formato online, o evento une shows e workshops incentivando a tolerância, paz e música. Saiba mais!

Aquecimento Sepal 2020, com Edméia Williams e Rodrigo Gomes

Transmissão acontecerá nesta segunda-feira, 14 de setembro, às 19 horas. Saiba como participar!
- Publicidade -

Plugue-se

Os evangélicos que dominam o universo digital do Brasil

Sete das dez personalidades religiosas que dominam o universo digital no Brasil, sete são evangélicos. Saiba mais!

O primeiro EP em espanhol da Hillsong Young & Free

“Todos Mis Mejores Amigos” conta com seis canções, sendo uma ao vivo.

Qual o segredo para viver feliz?

É possível viver feliz neste mundo confuso e perigoso? Livro mostra como e onde podemos encontrar a ajuda para encontramos com a felicidade.

Vídeos sobre a Bíblia alcançam 1 milhão de pessoas no Tik Tok

Produzidos por Jey Reis, 17 anos, os vídeos diários, que são publicados no Tik Tok, falam sobre Jesus. Saiba mais! !