Sérgio Moro anuncia primeiros nomes de sua equipe

Foto: Reprodução

O futuro ministro da Justiça anunciou dois nomes de colegas que atuaram nas investigações da Operação Lava Jato

Nessa terça-feira (20), o futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, anunciou dois nomes que vão compor a sua equipe a partir do próximo ano. Os dois integrantes atuaram nas investigações da Operação Lava Jato, iniciada em 2014.

Em sua declaração, Moro informou que o superintendente da Polícia Federal no Paraná, Mauricio Valeixo, será o novo diretor-geral da Polícia Federal. Ele é responsável pelas fases decisivas da Operação, que levou o ex-presidente Lula para a prisão em Curitiba, após a condenação em segunda instância.

Outro nome que foi anunciado é o da delegada Erika Marena, que estará a frente do departamento de recuperação de ativos e cooperação jurídica internacional no ministério, que é responsável por recuperar o dinheiro desviado para o exterior e por cooperações com outros países.

Atualmente, a delegada atua como superintendente da Polícia Federal (PF), em Sergipe. Atuou na Lava Jato desde o início, inclusive foi a responsável pelo nome da Operação. Também comandou a divisão de combate à corrupção e desvio de verbas públicas em Santa Catarina.

Para moro é importante “que a PF possa direcionar suas investigações, principalmente com foco em corrupção e crime organizado. Esse é um grande desafio, são dois problemas sérios que nós temos hoje em dia, mas ele é uma pessoa plenamente capacitada para realizar essa tarefa”.

Agenda

Na manhã dessa terça-feira, Sérgio Moro fez uma visita de cortesia ao presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, que abordou a preocupação com o índice de homicídios.

Toffoli atualizou o futuro ministro sobre as ações do Conselho Nacional de Justiça: aquisição de tornozeleiras eletrônicas e cadastro biométrico de presos.

*Com a colaboração da redação da ES Brasil.