Senado diz que vota projeto para reduzir preço do dieesel

Senador Eunício Oliveira, PMDB-CE. Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Governo, Câmara e Senado conclamam os caminhoneiros a voltarem ao trabalho.

O Senado Federal deve colocar em votação ainda nesta terça-feira (29) o projeto que concede isenção na cobrança do PIS/Cofins sobre o dieesel. O anúncio foi feito pelo presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE). Ele defendeu a necessidade de votar a proposta com agilidade para “acalmar o país”.

A intenção é cumprir o acordo assinado pelos caminhoneiros com o governo, que garantiu redução no preço do diesel de R$ 0,46. Quanto a diferença de arrecadação caberá ao governo substituir a receita.

“Vamos votar. Não há mais tempo de voltar para a Câmara. Para agilizarmos, acertamos que o governo poderá substituir as fontes que queira”, garantiu Eunício.

Na tarde desta terça-feira (29), Eunício se reuniu com o presidente Michel Temer e com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Uma nota conjunta foi enviada pelos três órgãos. No documento eles pedem que os caminhoneiros voltem ao trabalho.

“Em face do acordo firmado para pôr fim à greve dos caminhoneiros, que tiveram as suas reivindicações acolhidas, os presidentes da República, Michel Temer, do Senado Federal, Eunício Oliveira, e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, conclamam todos os envolvidos nas manifestações a retornarem ao trabalho e propiciar normalidade à vida de todos os brasileiros”, diz a nota.


Leia mais

Caminhoneiros mantém protestos mesmo com acordo