18.8 C
Vitória
sábado, 20 agosto 2022

Senado deu um ‘passo para trás’, diz Guedes, sobre rejeição à MP 1045

PauloGuedes
Foto: Reprodução

MP previa programas de incentivo à criação de empregos

Por Célia Froufe (Agência Estado)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, avaliou nesta quinta-feira, 2, que o Senado “deu um passo para trás” ao rejeitar a Medida Provisória (MP) 1045, que previa programas de incentivo à criação de empregos. “O problema do desemprego é muito grave”, disse ele, ao sair da reunião do Conselho de Saúde Suplementar, no Ministério da Saúde. “Acho que foi equívoco, mas acontece”, acrescentou.

Guedes disse que agora a equipe econômica estudará quais foram os pontos contrários à proposta. “Vamos ver por que houve isso. Provavelmente vamos ter de atacar o problema do desemprego de outra forma, mas esperamos colaboração”, avisou.

O ministro citou dados do mercado de trabalho, que segundo ele, têm mostrado aquecimento nos últimos meses. “Criamos realmente empregos em um ritmo forte e queríamos acelerar isso com alguns programas para jovens”, disse, salientando que se trata de uma faixa em que o desemprego é mais cruel.”

Ninguém está fragilizando Consolidação de Leis Trabalhistas (CLT)”, garantiu Guedes.

A ideia, de acordo com o ministro, é que jovens frequentem empresas para qualificação profissional para que, no futuro, possam chegar ao mercado de trabalho formal.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se