19.4 C
Vitória
sexta-feira, 19 agosto 2022

Declínio de membros faz igreja de 221 anos fechar as portas nos EUA

Foto: Flickr

Decisão é a evidência de que a fé cristã está em queda entre os norte-americanos. O último culto aconteceu na véspera de Natal, reunindo, principalmente, os mais idosos

Por Patricia Scott 

A Primeira Igreja Presbiteriana de Bellefonte, Pensilvânia (EUA), fechou as portas na véspera de Natal. Após 221 anos de história, ela reflete o declínio do Cristianismo norte-americano. Antes do início da pandemia, segundo o The Center Daily Time, a igreja contava com apenas 40 membros. Com o período pandêmico, caiu para cerca de 25. Deste total, apenas 12 participavam dos cultos presenciais.

“Amamos esta congregação. Todos nós nos conhecemos há muito tempo. Sabemos os pontos fracos uns dos outros”, afirmou o ancião Candace Dannaker à publicação. Ele, que congrega na igreja há 34 anos, disse ainda: “Vou sentir falta da nossa personalidade, do nosso riso e da nossa alegria apenas por estarmos juntos. E, é claro, o aspecto da fé em compartilhar isso com outras pessoas que pensam da mesma forma”.

Pam Benson, de 77 anos, é membro da igreja há 73 anos. Ela responsabiliza o declínio da igreja à mudança dos tempos. Na infância, frisou a idosa, os negócios fechavam aos domingos, e os pais insistiam em que os filhos fossem à congregação. A busca entre as igrejas por novos membros, Pam lembrou, também não era tão feroz.

Foto: Reprodução

“Era tão diferente. Foi exatamente o que você fez. A menos que você estivesse realmente doente, foi exatamente o que você fez”, salientou Benson, que continuou: “É apenas uma mudança. É uma progressão. É o que acontece. Não que eu goste, mas é o que é”.

A igreja estava vazia no culto de véspera de Natal. O culto foi transmitido pelo Facebook. No entanto, os mais velhos, que estavam presentes na congregação, adoraram ao Senhor. Eles celebraram o nascimento de Jesus Cristo antes da despedida final.

“E a luz estilhaçou a escuridão. E a esperança é nossa mais uma vez. E essa luz nos chama para frente, lembrando o passado e caminhando com confiança para o futuro. E agora vão na paz de Cristo ”, disseram os membros juntos, enquanto acendiam velas antes do hino de finalização.

Com informações The Christian Post 

 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se