16.9 C
Vitória
sábado, 31 julho 2021

Selo de governador de Jerusalém é encontrado por arqueólogos

Um selo de argila, raro, foi encontrado há cerca de 100 metros do Muro das Lamentações, em Israel. Ele tem a inscrição “Governador da Cidade”. E tem data do período do Templo de Salomão século 7 a.C.

A descoberta do selo comprova relatos bíblico que diziam já existir um governador da cidade em Jerusalém, há cerca de 2.700 anos. De acordo com a líder da equipe de escavação, Dra. Shlomit Weksler-Bdolah esta é a primeira vez que esse tipo de impressão é descoberta em uma escavação arqueológica em Jerusalém.

A peça é minúscula, com cerca de 15 mm de diâmetro e 3 mm de espessura. Era usada para selar correspondências e documentos oficiais.  A inscrição mostra duas figuras humanas, voltadas uma para a outra. Entre elas o desenho do que parece ser uma lua. Na porção inferior, uma frase em hebraico antigo, o mesmo usado no Antigo Testamento.

Antes de ser revelado ao público, o selo foi examinado extensivamente pelos professores Tallay Ornan, da Universidade Hebraica, e Benjamin Sass, da Universidade de Tel Aviv. Eles explicam que o título “governador da cidade” era usado para a função do que hoje chamamos de prefeito. Em algumas traduções aparece como “chefe da cidade”.

O termo aparece em outros documentos históricos, mostrando que a posição era ocupada por alguém nomeado pelo rei.  Existem referências a esse título nos textos bíblicos de 2 Reis 23:8 – quando Josué governava a capital nos dias do rei Ezequias – e 2 Crônicas 34:8, onde Maaséias era governador de Jerusalém nos dias do rei Josias.

O local onde o selo foi achado, no complexo chamado de “Esplanada do Muro Ocidental” é um prédio que já revelou uma miríade de artefatos, incluindo peças vindas do Egito e da Assíria.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se