19.4 C
Vitória
terça-feira, 16 agosto 2022

Seleções masculina e feminina disputam Mundial de basquete em Paris

As seleções masculina e feminina disputam o Mundial da modalidade nesta semana em Antuérpia e as partidas serão transmitidas pelo SporTV. Foto: Estadão

As seleções masculina e feminina disputam o Mundial da modalidade nesta semana em Antuérpia e as partidas serão transmitidas pelo SporTV

Ausência nos Jogos Olímpicos de Tóquio, o Brasil dá o primeiro passo para Paris-2024 no basquete 3×3. As seleções masculina e feminina disputam o Mundial da modalidade nesta semana em Antuérpia, cidade portuária às margens do rio Escalda, na Bélgica. As partidas terão transmissão pelo SporTV.

A equipe masculina entra em quadra nesta terça-feira para os primeiros compromissos. O Brasil estreia contra Porto Rico, às 7h20, e depois joga diante da França, às 10h55. Os outros jogos na primeira fase serão na quinta-feira: contra Sérvia (7h20) e Nova Zelândia (10h20). O primeiro colocado do grupo avança às quartas de final. Segundo e terceiro se garantem nas oitavas.

O Brasil será representado por Wil Weihermann e Renato Scholz (ambos do Academia do Esporte), Fabrício Veríssimo (Sodiê Salgados/LSB/Mesquita) e André Ferros (São Paulo DC). O técnico Luca Carvalho perdeu três peças durante o período de preparação. A última foi Jonatas Mello, que testou positivo para covid-19 e não pôde viajar. Jefferson Socas (inflamação no quadril) e Léo Branquinho (estiramento no músculo posterior da perna esquerda) estavam entre os convocados, mas foram cortados por lesão.

“Estamos tentando implantar uma nova forma de pensar e trabalhar o 3×3, de acordo com estudos e estatísticas. A primeira etapa foi para avaliarmos quem se encaixaria nesse novo sistema de jogo. Depois, moldá-los na pensando na competição, fazendo uma avaliação do método de trabalho. Lembro sempre que estamos pensando em um ciclo olímpico e esse é apenas o primeiro pensando em Paris 2024”, afirmou o técnico Luca Carvalho.

No masculino, o Brasil aparece na 17ª posição entre os 20 participantes do Mundial. Tricampeã do mundo no 3×3, a Sérvia ocupa o primeiro lugar. França (oitavo), Porto Rico (nono) e Nova Zelândia (18º) completam o grupo da seleção brasileira.

“Caímos no chamado grupo da morte, mas para o Brasil não tem nada fácil. E nosso grande desejo é estar na Olimpíada de Paris e vamos trabalhar muito para isso”, afirmou André Ferros.

A caminhada do feminino começa na quarta-feira. A seleção entra em quadra às 6h diante da Áustria. No mesmo dia, as brasileiras têm compromisso contra a França, às 7h50. A primeira fase termina na sexta, com mais dois jogos: Estados Unidos (7h20) e Nova Zelândia (9h25).

A técnica Rafaela Bauerfeldt vai contar com Vanessa Sassá (AD Santo André), Gabriela Guimarães (Sampaio Basquete), Vitória Marcelino e Luana Batista (ambas do Unisociesc/Blumenau). “Sabemos do equilíbrio e da força dos outros países no basquete 3×3, mas vamos trabalhar muito para evoluir e buscar o melhor resultado possível no Mundial. Já mostramos que é possível”, afirmou Rafaela Bauerfeldt.

O Brasil ocupa o 16º lugar entre os 20 participantes no feminino Atual campeão olímpico, os Estados Unidos estão em sétimo no ranking de 3×3 da Federação Internacional de Basquete. A França aparece em segundo, com as austríacas, em décimo. A Nova Zelândia está em 19º.

“Sabemos da dificuldade da chave que caímos, do equilíbrio que é o basquete 3×3. Mas, viemos de um resultado muito bom, com o vice-campeonato da AmeriCup no ano passado, e queremos manter esse bom momento agora no Mundial. Vamos trabalhar para buscar o melhor resultado possível”, disse Sassá.

A posição no Mundial de Antuérpia não define qualquer classificação para Paris-2024, mas dá pontos na corrida olímpica As vagas para os Jogos Olímpicos no basquete 3×3 são distribuídas pelo posicionamento no ranking da modalidade e outras em torneios classificatórios.

Calendário do Brasil

Masculino

  • 21 de junho – terça-feira
  • 7h20 – Brasil x Porto Rico
  • 10h55 – Brasil x França
  • 23 de junho – quinta-feira
  • 7h20 – Brasil x Sérvia
  • 10h20 – Brasil x Nova Zelândia

Feminino

  • 22 de junho – quarta-feira
  • 6h – Brasil x Áustria
  • 7h50 – Brasil x França
  • 24 de junho – sexta-feira
  • 7h20 – Brasil x Estados Unidos
  • 9h25 – Brasil x Nova Zelândia

Com informações de Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se