23.3 C
Vitória
domingo, 14 abril 2024

Seleção masculina luta mas perde a 1ª no Mundial de basquete

Seleção masculina luta contra a Espanha, mas perde a 1ª no Mundial de basquete - Foto: Reprodução Twitter / @basquetebrasil
Seleção masculina luta contra a Espanha, mas perde a 1ª no Mundial de basquete - Foto: Reprodução Twitter / @basquetebrasil

O time espanhol é um dos principais da Europa, com dois títulos mundiais, incluindo o último, disputado em 2019, na China

Depois de uma estreia tranquila, a seleção brasileira masculina de basquete enfrentou seu maior desafio no Grupo G do Mundial, nesta segunda-feira. E, apesar dos esforços em quadra, a equipe nacional foi derrotada pela favorita Espanha por 96 a 78, em Jacarta, na Indonésia.

O time espanhol é um dos principais da Europa, com dois títulos mundiais, incluindo o último, disputado em 2019, na China. Os europeus somam agora duas vitórias, lideram a chave e já estão classificados para a próxima fase. Já o Brasil, com uma vitória e uma derrota, tentará confirmar a vaga em seu último jogo na chave.

Os brasileiros voltam à quadra na quarta-feira, às 6h45 (horário de Brasília), para enfrentar a Costa do Marfim. Além de buscar avançar no Mundial, a seleção quer garantir a vaga olímpica ao longo da competição.

Para o segundo jogo do Brasil neste Mundial, o técnico Gustavo Conti não pôde contar com Raulzinho, que sofreu uma ruptura do tendão patelar do joelho direito durante o terceiro quarto da estreia e não defenderá mais a equipe na competição. Georginho foi o seu substituto, formando o time com Yago, Léo Meindl, Bruno Caboclo e Tim Soares.

- Continua após a publicidade -

Com esta mudança, o Brasil fez seu melhor quarto da partida logo no início do confronto. Foram os momentos de maior equilíbrio do duelo. Mesmo saindo atrás no placar, o Brasil buscou o empate em 14/14, virou o placar e terminou o quarto inicial com ligeira vantagem no marcador: 22/21.

Mas a situação desandou no segundo período. Os espanhóis cresceram em quadra e abriram 10 pontos de vantagem. Alberto Diaz e Rudy Fernandez foram os destaques da equipe europeia, que assumiu a liderança para não perder mais até o fim do jogo.

No terceiro quarto, a Espanha sustentou a vantagem, apesar da reação brasileira. A seleção chegou a reduzir a desvantagem no placar para apenas cinco pontos. O time nacional parou nos erros nas insistentes tentativas de três pontos. E logo a Espanha exibia 79/62 no marcador.

No quarto final, os favoritos souberam administrar a boa vantagem estabelecida em quadra e ainda ampliaram a frente, sem sofrer sustos. Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -