Mais de 170 milhões de Bíblias produzidas pela SBB no Brasil

Foto: SBB

Número contabiliza a produção desde 1995, quando foi inaugurada a Gráfica da Bíblia, pertencente à Sociedade Bíblica do Brasil

A Sociedade Bíblica do Brasil comemorou a marca de 170 milhões de Bíblias e Novos Testamentos, alcançada neste mês de outubro. O número foi contabilizado desde a inauguração da Gráfica da Bíblia, em 1995 e é resultado do empenho da SBB em levar a Palavra de Deus a todas as pessoas.

“Com o coração cheio de esperança, agradecemos a Deus por mais esta conquista e também às igrejas cristãs, que compartilham conosco esta tarefa de fazer com que o Livro Sagrado tenha ampla distribuição tanto no Brasil como no mundo”, afirma Erní Seibert, diretor-executivo da SBB.

Na opinião de Seibert, mesmo com o crescimento da Bíblia em formato digital, verificado nos últimos anos, o exemplar impresso comprova que tem seu espaço preservado.

“Há muitos fatores que contribuem para esta longevidade, entre eles o fato de ser utilizada em celebrações cristãs e distribuída em campanhas de evangelização”, argumentou. Segundo Seibert, a Bíblia impressa ainda é a preferida das pessoas por conta da leitura devocional em casa.

Gráfica da Bíblia

A Gráfica da Bíblia fica em Barueri (SP), mesmo local da Sede Nacional da SBB. Sua produção atual é de 23 mil exemplares por dia. Nesses 24 anos, tornou-se um dos mais credenciados centros de produção de Bíblias do mundo.

“A Gráfica da Bíblia é a única no mundo dedicada exclusivamente à produção da Bíblia”, observa Luiz Forlim, gerente geral da Gráfica da Bíblia.

A SBB faz parte de uma aliança mundial, as Sociedades Bíblicas Unidas que estão presentes em mais de 200 países e territórios. Dessa forma, coopera com outras Sociedades Bíblicas desenvolvendo edições do livro sagrado em diferentes idiomas. De suas impressoras já saíram exemplares em mais de 30 idiomas, como português, espanhol, inglês, francês, árabe e até em ioruba, idioma falado em países africanos.

Foto: SBB
Semear a mensagem bíblica

Para o diretor-executivo, o alcance da marca dos 170 milhões de Bíblias e Novos Testamentos revela que a SBB segue firme no cumprimento de sua missão de semear a mensagem bíblica.

“Temos certeza de que o acesso facilitado aos ensinamentos e valores bíblicos vem possibilitando que muitas pessoas resgatem a esperança e a autoestima, além de encontrarem orientação e conforto para enfrentarem diferentes situações e problemas da vida”, ponderou.

Outro fator de destaque é a diversidade de publicações. “Em sua trajetória, a SBB empenha-se por tornar a Bíblia disponível em linguagem acessível, seja por meio de novas traduções ou da revisão das traduções existentes. Além disso, buscamos publicar a mensagem bíblica de maneira a chamar a atenção dos mais diferentes públicos”, observa Paulo Teixeira, secretário de Tradução e Publicações da SBB.

Entre os públicos contemplados estão cegos, surdos, crianças e jovens, além de enfermos, encarcerados, imigrantes, famílias, estudantes, pastores e líderes. “Para cada grupo, desenvolvemos uma literatura bíblica em formato e linguagem adequados”, ressaltou.


leia mais

Mais de 6 milhões de Bíblias distribuídas em 2018
“Bíblia Arte” destaca a beleza dos textos bíblicos
SBB na Expo Cristã 2019