23.2 C
Vitória
segunda-feira, 18 janeiro 2021

Saúde recebe estudo para ampliar validade de testes

Considerado “padrão ouro”, o RT-PCR é um dos exames mais eficazes para diagnosticar a covid-19, além de ser arma poderosa

Por Mateus Vargas (AE)

O Ministério da Saúde informou nesta quarta-feira, 25, que recebeu estudos para ampliar a validade, para 12 meses, dos cerca de 7 milhões de testes RT-PCR encalhados em armazém da pasta que vencem nos próximos meses. A prorrogação depende de aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A Saúde não informou por quanto tempo ainda poderá ser usado o teste que vence em dezembro, por exemplo, caso a validade seja prorrogada.

A chegada do estudo ocorreu nesta quarta-feira, 25, segundo o secretário nacional de Vigilância Sanitária, Arnaldo Medeiros, em audiência pública na Câmara dos Deputados. A análise foi conduzida pela fabricante do produto, o laboratório coreano Seegene.

Medeiros disse que o prazo de validade do produto era apenas “cartorial”, dado pela Anvisa para a entrada emergencial do produto no País. Mas a diretora da agência, Cristiane Gomes, afirmou que o prazo de validade, na verdade, foi dado pela própria empresa.

Segundo apurou o Broadcast/Estadão, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, a validade dos testes é de 8 meses. O produto deve ser armazenado a -20 graus. No domingo, a reportagem revelou que 7,1 milhões de exames estão em um armazém do ministério, ou seja, não foram enviados ao SUS em plena pandemia. Do total estocado, 96% (cerca de 6,86 milhões de unidades) estão próximos de perder a validade.

A diretora da Anvisa afirmou que a agência fará análise técnica sobre o pedido de ampliação da validade. Ela informou que a solicitação da pasta ainda não foi feita.

O secretário de Vigilância Sanitária falou aos deputados sobre a estratégia de testagem nacional, por meio do programa Diagnosticar para Cuidar. Ele não explicou, porém, a razão de o SUS estar distante da meta de realizar mais de 24 milhões de exames até dezembro. Segundo Medeiros, foram feitos somente 7,2 milhões.

O secretário também não citou a baixa entrega de reagentes para extração do RNA, insumo necessário para realizar a amostra laboratorial. A pasta enviou aos Estados cerca de 9,3 milhões de testes RT-PCR, mas apenas 3 milhões de reagentes de extração de RNA.

Consultor Técnico do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Leonardo Vilela reforçou que os exames têm sido entregues de forma incompleta pelo ministério. Além disso, estimou que há 600 mil exames armazenados nos Estados que vencem em breve.

Segundo levantamento do Estadão com dados de 17 Estados e o Distrito Federal, perdem a validade em dezembro e janeiro ao menos 605,5 mil testes que já foram entregues pelo ministério.

Considerado “padrão ouro”, o RT-PCR é um dos exames mais eficazes para diagnosticar a covid-19, além de ser arma poderosa para o controle da pandemia por ajudar a localizar e isolar infectados e seus contatos próximos. A coleta é feita por meio de um cotonete aplicado na região nasal e faríngea (a região da garganta, logo atrás do nariz e da boca) do paciente. Na rede privada, o exame custa de R$ 290 a R$ 400.

As evidências de falhas de planejamento e logística no setor ocorrem em um período de aumento dos casos no País. O ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, assumiu o cargo justamente por sua experiência em logística, sempre elogiada pelo presidente Jair Bolsonaro.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Juíza federal dá 24h para União e AM apresentarem plano para oxigênio

Os órgãos pedem uma liminar urgente para obrigar os governos federal e estadual a agirem para resolver a situação de desabastecimento de oxigênio

Itamaraty: Índia tem ‘boa vontade’ para liberar vacina

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Índia, Anurag Srivastava, disse que é "muito cedo" para falar sobre exportação de vacinas para outros países

PT vai ao STF para pedir atuação do governo federal na crise de Manaus

O estoque de oxigênio se esgotou em diversos hospitais e pacientes morreram por asfixia, segundo relato de médicos

Internações por covid-19 em Manaus dobram em menos de 15 dias

o Amazonas teve 258 novas internações por covid-19, número que é 53% maior do que o pico do novo coronavírus em 2020

Farmácias anotam recorde de 32 mil casos de covid

No acumulado desde abril, as farmácias aplicaram 2,2 milhões de testes rápidos, sendo 339 732 positivos (15,31%)

Acordo prevê imunizante indiano para SUS e clínicas

a Associação Brasileira das Clínicas de Vacinas (ABCVAC) informou que o setor negocia a compra de 5 milhões de doses dessa vacina

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Encontro para a Consciência Cristã em fevereiro; Saiba mais!

Pela primeira vez em mais de duas décadas, o tradicional encontro para a Consciência Cristã será realizado online.

The Send online será neste sábado, 9

Um dos maiores eventos de louvor, adoração evangelismo no mundo, o The send, costuma reunir milhares de pessoas. Saiba mais!

Passion Conference no último dia do ano; Saiba mais!

O cantor Fernandinho é o único artista brasileiro a participar da Passion Conference. Saiba mais!

Aulas criativas e transformadoras sobre a Bíblia

Para quem ensina a Bíblia, mas tem dificuldade no preparo das aulas, um workshop gratuito será apresentado pelo pastor Lécio Dornas, em janeiro. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

Vietnã ganha a primeira Biblioteca pública cristã

Vietnã ocupa a 19 colocação na Lista Mundial da Perseguição de 2021, da Portas Abertas. Saiba mais!

“A Deus seja a glória”, Nani Azevedo sai do hospital

Internado há vários dias por complicações de covid-19, o cantor Nani Azevedo recebeu alta hospitalar nesta sexta-feira, 15.

“Abandono” é o novo single da Banda Catedral

Canção inédita é uma crítica social 

Morre o pai da cantora Cassiane

O anúncio de sua morte foi feito pelas redes sociais de Cassiane. As causas da morte ainda não foram reveladas pela família. Saiba mais!