back to top
20.9 C
Vitória
quinta-feira, 30 maio 2024

Participação de Sarah Beatriz em programa da Globo divide opiniões

Davi e Sarah Beatriz no programa
Davi e Sarah Beatriz no programa "É De Casa" da TV Globo. Foto: Reprodução.

A artista gospel esteve no “É de Casa” e cantou com Davi Brito, campeão do Big Brother Brasil 24. Nas redes sociais, seguidores dela reprovaram o episódio

Por Victor Rodrigues

A cantora gospel Sarah Beatriz participou, no último sábado (20), do programa “É de Casa”, da TV Globo. Ela cantou ao lado de Davi Brito, campeão do Big Brother Brasil 24, e postou sobre o momento nas redes sociais. Nos comentários na postagem, é possível perceber que o episódio dividiu a opinião dos seguidores da artista. Enquanto alguns  elogiaram a apresentação dela, outros reprovaram, dizendo que a cantora estava no meio das trevas.

Davi e Sarah cantaram “Lindo És + Só Quero Ver Você”, uma versão do grupo Livres Para Adorar. O ex-motorista de aplicativo mostrou que conhece bem o repertório da artista, considerada uma das principais vozes da nova geração da música evangélica.

Após o programa, Sarah postou nas redes sociais dela imagens da participação, gerando comentários diversos. Alguns internautas escreveram: “Deus te leva a lugares inacessíveis pra muitos, e você fala dele pra todos, você é abençoada demais, Sarah!!!”. Outra pessoa destacou “no meio das trevas exaltando o nome de Jesus”. 

- Continua após a publicidade -

À Comunhão conversou com Atilano Muradas, que é pastor, músico, poeta, compositor e escritor, sobre a presença da cantora no programa gobal e sobre o uso da música gospel para comemorar com o vencedor do Big Brother Brasil. Para Muradas, existem pontos positivos e negativos a serem considerados.  

“Sarah Beatriz, cantora gospel famosa, e Davi, vencedor do BBB e também evangélico, juntos em programa da Globo. O que incomoda os cristãos, talvez, seja a receita Globo, BBB e gospel juntos. Então, os três aparecendo juntos parece a receita do improvável. Por isso nossos neurônios se chocam”, destaca. 

O pastor ressalta que os evangélicos representam metade da população brasileira e que, como todo bom comerciante, a emissora busca aproximação com o grande público, mas muitas dessas ações acabam redundando na divulgação do Evangelho. 

“Nunca vi evangélico algum rejeitar a oportunidade de aparecer na Globo. E por que deveria rejeitar, se sempre é uma oportunidade de testemunhar a Palavra de Deus? Geralmente, evangélicos vão à Globo para fazer o que sabem fazer: cantar, dar opinião sobre algum assunto”, afirma. 

Atilano diz que não é pecado ser convidado para participar de um programa, mas que é, sim, associar-se a empresas que defendem pautas anticristãs. Essa regra, segundo ele, também cabe a programas impróprios em outras TVs, canais pagos e internet. 

“Antes de emitir opinião sobre Sarah ou Davi, o cristão deve olhar para si e ver o quanto tem ido a lugares que de fato precisam ouvir do Evangelho. Quando Sarah canta dentro da Igreja, só está alimentando os que já são cristãos, todavia, quando toca fora da Igreja, está levando a Palavra de Deus a quem não se dispõe a ir a uma igreja ou estava desviado dela”, finaliza. 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -