27.7 C
Vitória
sexta-feira, 12 abril 2024

São Paulo tem 63% de aproveitamento em finais no Morumbi

O levantamento de Michael Serra, historiador do São Paulo, leva em consideração decisões que tenham sido realizadas em jogo único ou a volta

Com a vantagem adquirida na partida de ida no Maracanã, o São Paulo joga por um empate diante do Flamengo neste domingo, dia 24, para conquistar a primeira Copa do Brasil de sua história. No Morumbi, onde já reverteu duas vezes placares adversos nesta temporada (San Lorenzo, na Copa Sul-Americana, e Corinthians, na Copa do Brasil), o clube já disputou 27 finais, com um aproveitamento de 63%.

O levantamento de Michael Serra, historiador do São Paulo, leva em consideração decisões que tenham sido realizadas em jogo único ou a volta – como será o caso contra o Flamengo – no Morumbi. Fundado em 1930, o São Paulo teve diversas casas antes de se fixar no Morumbi na década de 1960. Pacaembu e Canindé, por exemplo, já foram locais fixos para o clube mandar suas partidas.

Por isso, a primeira decisão do São Paulo no estádio Cícero Pompeu de Toledo (presidente do clube na década de 1940) só aconteceu em 1975. Na ocasião, enfrentou a Portuguesa, como visitante. Derrotado por 1 a 0, se sagrou campeão estadual nos pênaltis. Até o início dos anos 2000 era comum que as partidas decisivas do Paulistão fossem disputadas no Morumbi, independentemente do mando do São Paulo ou do time das finais.

A final mais recente no Morumbi foi em 2021, no Paulistão, contra o Palmeiras. Após vencer a partida de volta por 2 a 0, o São Paulo encerrou um jejum de nove anos sem títulos. O último também havia sido conquistado no Morumbi, na Copa Sul-Americana de 2012 contra o Tigres, em partida que não terminou – o duelo foi interrompido no intervalo após confrontos entre jogadores argentinos e seguranças do time nos vestiários.

- Continua após a publicidade -

Das 27 finais, o São Paulo venceu 17. O último revés em uma decisão no Morumbi se deu em 2006, na Recopa Sul-Americana contra o Boca Juniors. Desde então, apenas outras duas finais, em período que coincidiu com secas de títulos do São Paulo, foram jogadas em sua casa. Entre 2006 e 2023, foram apenas cinco taças, duas destas conquistadas em finais no Morumbi e as demais no tricampeonato brasileiro, entre 2006 e 2008.

Paulistão é a decisão mais frequente

Antes de Corinthians e Palmeiras modernizarem seus estádios, a maioria das finais dos clubes paulistas era disputada no Morumbi – independentemente de o duelo contar com o São Paulo. Em 2012, por exemplo, Santos e Guarani disputaram o título Paulista com as duas partidas realizadas na casa tricolor. Em 2008, a partida da final da Copa do Brasil entre Corinthians e Sport também teve o Morumbi como palco – a equipe pernambucana se sagrou campeã na volta.

O Paulistão é a competição que o São Paulo mais decidiu no Morumbi. Das 27 finais, 15 foram do maior Estadual do País. Além dele, Brasileirão (3), Libertadores (2), Rio-São Paulo (2), Supercopa Libertadores de 1993, Super Paulista de 2002, Recopa Sul-Americana de 2006 e Sul-Americana de 2012 completam a lista

Assim como a competição mais disputada, o Corinthians é o rival que mais vezes enfrentou o São Paulo em decisões no Morumbi. Ao todo, os times se encontraram oito vezes, com três vitórias do tricolor – todas elas pelo Campeonato Paulista. Com informações Agência Estado

A final mais recente no Morumbi foi em 2021, no Paulistão, contra o Palmeiras. Após vencer a partida de volta por 2 a 0, o São Paulo encerrou um jejum de nove anos sem títulos. O último também havia sido conquistado no Morumbi, na Copa Sul-Americana de 2012 contra o Tigres, em partida que não terminou – o duelo foi interrompido no intervalo após confrontos entre jogadores argentinos e seguranças do time nos vestiários.

Das 27 finais, o São Paulo venceu 17. O último revés em uma decisão no Morumbi se deu em 2006, na Recopa Sul-Americana contra o Boca Juniors. Desde então, apenas outras duas finais, em período que coincidiu com secas de títulos do São Paulo, foram jogadas em sua casa. Entre 2006 e 2023, foram apenas cinco taças, duas destas conquistadas em finais no Morumbi e as demais no tricampeonato brasileiro, entre 2006 e 2008.

Paulistão é a decisão mais frequente

Antes de Corinthians e Palmeiras modernizarem seus estádios, a maioria das finais dos clubes paulistas era disputada no Morumbi – independentemente de o duelo contar com o São Paulo. Em 2012, por exemplo, Santos e Guarani disputaram o título Paulista com as duas partidas realizadas na casa tricolor. Em 2008, a partida da final da Copa do Brasil entre Corinthians e Sport também teve o Morumbi como palco – a equipe pernambucana se sagrou campeã na volta.

O Paulistão é a competição que o São Paulo mais decidiu no Morumbi. Das 27 finais, 15 foram do maior Estadual do País. Além dele, Brasileirão (3), Libertadores (2), Rio-São Paulo (2), Supercopa Libertadores de 1993, Super Paulista de 2002, Recopa Sul-Americana de 2006 e Sul-Americana de 2012 completam a lista

Assim como a competição mais disputada, o Corinthians é o rival que mais vezes enfrentou o São Paulo em decisões no Morumbi. Ao todo, os times se encontraram oito vezes, com três vitórias do tricolor – todas elas pelo Campeonato Paulista. Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -