25.5 C
Vitória
sexta-feira, 19 abril 2024

Santos: com punição do STJD jogará sem torcida por 30 dias

STJD vai analisar interdição da Vila Belmiro após bombas no gramado no jogo contra Corinthians - Foto: Reprodução
STJD vai analisar interdição da Vila Belmiro após bombas no gramado no jogo contra Corinthians - Foto: Reprodução

A punição aplicada pelo STJD se refere às confusões causadas por parte da torcida santista no clássico disputado na Vila Belmiro

A confusão causada por parte da torcida do Santos no jogo com o Corinthians, na noite de
quarta-feira, gerou consequências junto ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD)
já nesta quinta, menos de 24 horas depois do tenso clássico. O clube da Vila Belmiro não
poderá jogar com torcida na Vila Belmiro e nem como visitante pelos próximos 30 dias.

A decisão é liminar, portanto poderá ser revista quando o caso for julgado pelo tribunal. “A
presente decisão terá validade por 30 (trinta) dias ou até o efetivo julgamento pelo STJD”,
escreveu José Perdiz de Jesus, presidente do STJD, ao deferir pedido da Procuradoria da
Justiça Desportiva.

“DEFIRO o pedido liminar da procuradoria de forma a: (i) as partidas sejam realizadas com
portões fechados quando a equipe do Santos Futebol Clube for a mandante, em qualquer
categoria, (ii) a perda da carga de ingressos quando a equipe do Santos Futebol Clube for
visitante e (iii) que o Santos Futebol Clube tome todas as providências para garantir o
acesso seguro das equipes visitantes, suas comissões técnicas e equipe de arbitragem
sempre que for o mandante da partida, ainda que esta ocorra com portões fechados”,
registrou o presidente do tribunal.

A Procuradoria deve pedir a denúncia do Santos nos parágrafos I e III do artigo 213 do
Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que trata de “deixar de tomar providências
capazes de prevenir e reprimir”. Os parágrafos citam “desordens em sua praça de desporto” e “lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento desportivo”.

- Continua após a publicidade -

A punição pode, portanto, será ainda maior. A equipe pode ser multada em até R$ 100 mil e também existe a possibilidade de perder até 10 mandos de campo. “Toda e qualquer manifestação com uso de violência será devidamente repreendida e sancionada por este Tribunal”, disse o presidente do STJD, na tarde desta quinta-feira. A punição aplicada pelo STJD se refere às confusões causadas por parte da torcida santista no clássico disputado na Vila Belmiro, na noite de quarta, pela 11ª rodada do Brasileirão.

Insatisfeitos com a derrota do Santos por 2 a 0, torcedores arremessaram rojões e
sinalizadores no gramado, em direção do gol defendido por Cássio, goleiro do Corinthians.
Diante do cenário de ameaças, o árbitro Leandro Pedro Vuaden decidiu encerrar o jogo
mais cedo, aos 42 minutos do segundo tempo, por insegurança. “Após 3 minutos de
paralisação diante do cenário de insegurança e pensando na integridade física dos atletas,
da arbitragem e todos envolvidos na partida, encerrei a mesma”, explicou o juiz, na súmula
do jogo.

A punição já será válida para a rodada do fim de semana do Brasileirão. O Santos vai receber o embalado Flamengo na Vila Belmiro. E não terá torcedores nas arquibancadas do
seu estádio. Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -