back to top
27.9 C
Vitória
sábado, 22 junho 2024

Russell lidera treino tumultuado no GP da Hungria de F1

A sessão foi marcada por erros e pelas dificuldades impostas pela chuva, que começou a cair logo com 10 minutos de treino

O GP da Hungria de Fórmula 1 começou tumultuado nesta sexta-feira. Sob chuva, o primeiro treino livre no Circuito de Hungaroring contou com rodadas na pista, carro no muro de proteção e bandeiras vermelhas. O inglês George Russell, da Mercedes, se esquivou dos obstáculos e acabou cravando o melhor tempo da sessão.

Russell liderou o treino com o tempo de 1min38s795. Atrás dele veio o surpreendente australiano Oscar Piastri, da McLaren, com 1min39s154. O canadense Lance Stroll, da Aston Martin, foi o terceiro mais veloz, com 1min40s013. Os principais pilotos do grid não conseguiram registrar tempo.

A sessão foi marcada por erros e pelas dificuldades impostas pela chuva, que começou a cair logo com 10 minutos de treino. Antes mesmo disso, Sergio Pérez já havia cometido o primeiro grande erro da sessão. E logo num momento ruim de sua carreira. Sob forte pressão, o mexicano errou na tomada de uma curva, rodou sozinho na pista e parou no muro de proteção.

Sua Red Bull sofreu danos relevantes, principalmente na asa dianteira. Mas sem maiores riscos para o piloto. Pérez vem caindo de rendimento nas últimas etapas, cada vez mais à sombra do holandês Max Verstappen, seu companheiro de equipe, cada vez mais perto do tricampeonato.

- Continua após a publicidade -

A pressão vem aumentando sobre o mexicano porque a Red Bull já demonstrou insatisfação com suas performances e voltou a mostrar que não tem problemas em mudar seus pilotos, mesmo durante o campeonato. Foi justamente o que aconteceu com Nyck de Vries, da AlphaTauri, equipe que também pertence à Red Bull. Ele foi trocado pelo australiano Daniel Ricciardo a partir deste fim de semana.

E, dependendo de como será este retorno de Ricciardo à F-1, ele mesmo pode ameaçar o cargo de Pérez. Em seu retorno à categoria, o piloto da Austrália conseguiu completar apenas sete voltas no traçado húngaro e não chegou a registrar volta rápida.

Outro a ficar sem volta foi o espanhol Carlos Sainz Jr. que bateu sozinho no muro e também causou uma bandeira vermelha, assim como Pérez. Sua Ferrari sofreu menos danos do que a Red Bull do rival. Além deles, o inglês Lewis Hamilton, Verstappen e os franceses Esteban Ocon e Pierre Gasly não registraram voltas rápidas.

Os pilotos voltam para a pista ao meio-dia, pelo horário de Brasília, para a segunda sessão livre. No sábado, o terceiro treino será às 7h30. A sessão classificatória está marcada para as 11h. E, no domingo, a largada será às 10 horas. Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -