Médico cristão é inocentado por orar por pacientes

Foto: Reprodução

Seis meses após ser denunciado por orar pelos pacientes, o médico Richard Scott foi inocentado. Ele foi submetido a investigação que durou três meses pelo Conselho Geral de Medicina do Reino Unido

O médico cristão Richard Scott, foi inocentado seis meses após ser denunciado por orar pelos pacientes. O Conselho Geral de Medicina do Reino Unido, que supervisiona e licencia médicos, afirmou, por meio de carta, que não havia evidências de que ele tivesse feito algo errado.

“Não há evidências convincentes de que o Dr. Scott imponha suas crenças religiosas pessoais a pacientes potencialmente vulneráveis”, observou o Conselho.

Richard havia sido denunciado pela National Secular Society (NSS), que apresentou a queixa em nome de um dos pacientes “altamente vulnerável”, e que supostamente “sentiu desconforto com a oração”.

Inocência

Scott, que tem 59 anos, diz que às vezes ora com pacientes. E que a denúncia poderia ter feito com que perdesse sua licença e emprego. Durante o processo, o médico recebeu auxílio do Christian Legal Center. E disse que outros profissionais cristãos do Reino Unido foram alvos do NSS.

“O preço que eu e minha família pagamos, como resultado de uma queixa espúria, era totalmente desnecessário. No entanto, espero que esse resultado signifique que outros praticantes cristãos não terão que passar por experiências semelhantes”, afrmou.

Andrea Williams, diretora executiva do Christian Legal Center, que apoio Scott, disse que o resultado do caso garante aos médicos que eles podem compartilhar sua fé no ambiente de trabalho sem medo de perder o emprego.

*Com informações de Christian Headlines 


leia mais

Kewane Jones: “Deus tem um propósito”
“Jesus Cristo salvou a minha vida dentro do Marrocos”