23.2 C
Vitória
sábado, 19 setembro 2020

Richard Mangone: resgatado à beira do suicídio

Leia também

Anvisa autoriza que Pfizer dobre número de voluntários em testes para vacina

O laboratório informou que vai expandir o número de participantes do estudo para a vacina, chegando a cerca de 44 mil participantes

Fumaça do Pantanal que chega a SP pode agravar casos de doenças respiratórias

Outra recomendação que Cardenuto indica é a de evitar aglomerações, uma medida que já deveria ser cumprida em função do novo coronavírus

Lava Jato denuncia Cabral e Bezerra por propinas em contratos do DER

Segundo a peça, registros contábeis apreendidos com o operador de Cabral na Calicute mostram que Maciste efetuou, entre 2011 e 2017

Preso, longe de todos que amava, e à beira do suicídio, Richard Mangone aprendeu o que era mais importante, encontrou Deus, sua vida se transformou e hoje evangeliza homens que cometeram crimes

Richard Mangone, preso por agentes do FBI, dos EUA. Entrou na instituição federal de correção em Ray Brook, Nova York, em novembro de 1995. E lá iniciou uma sentença de 24 anos sem liberdade condicional por fraude bancária e lavagem de dinheiro.

Richard foi condenado por várias acusações de conspiração, fraude bancária e lavagem de dinheiro. Após muitos anos preso, conheceu Deus e hoje testemunha sua conversão.

Fugitivo

Richard tinha tudo o que um homem poderia querer: dinheiro, prestígio, uma bela casa, carros velozes, família. Não foi o suficiente. Usando sua posição como líder de duas instituições financeiras, ele desviou mais de US $ 40 milhões. Quando descoberto, em vez de enfrentar prisão, ele fugiu, mudando de identidade e se escondendo.

“Mas minha vida em fuga acabou me valendo um lugar na lista de fugitivos mais procurados dos EUA”, revelou ele ao Christianity Today.

Gastando todo dinheiro que havia levado consigo em festas, jogos de azar, aplicações na bolsa e namoradas, ele entrou em desespero. Planejou se matar, mas o surpreendente aconteceu.

“Um dia, enquanto navegava nos canais de TV, parei em um evangelista pregando sobre Jesus na cruz. Colocando as mãos na TV e chorando, pedi a Jesus que me perdoasse por todos os meus pecados e me recebesse como seu filho”, contou.

Prisão, a mudança

Após sua conversão, começou a estudar a bíblia. E começou o período de transformação. Resolveu voltar para sua esposa e filhos. E resolveu se entregar para a polícia.

“Em novembro de 1995, entrei na prisão federal em Ray Brook, algemado e escoltado por policiais. Eu tinha 51 anos e rapidamente me conectei com o capelão da prisão, contando a ele como vim a Cristo antes de me render”.

Foi na prisão que Richard se envolveu com estudos da Bíblia. Sua fé se fortaleceu até o dia em que foi solto, já com 69 anos. “Sair da prisão abriu uma série de possibilidades para servir a Deus. Hoje, aos 75 anos, sou voluntário do Sistema de Serviços Prisionais e Preventivos dos EUA, aconselhando homens nas prisões federais e estaduais”, testemunha.

Foi um tempo de crescimento espiritual e fortalecimento da relação com Deus. “A prisão me deu a oportunidade de crescer em Cristo e finalmente me tornar a pessoa que Deus queria que eu fosse. Espero ministrar ao maior número de presos que puder. O que resta da minha vida é dedicado à obra do Senhor. Estou em paz, desfrutando dos frutos de ajudar os outros”, concluiu.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Kemuel e Priscilla Alcântara conquistam Platina Triplo

Platina Triplo é uma certificação pelo grande alcance que as canções dos artistas tiveram nas plataformas digitais de música Nesta quinta-feira, 17, Kemuel e Priscilla...

Justiça determina que Flordelis use tornozeleira eletrônica

Defesa da deputada federal ré pela morte do marido, o pastor Anderson, informou que vai recorrer da decisão. Saiba mais!

Júlia Vitória: “Amo expressar meu amor por Jesus em música”

Aos 18 anos Júlia Vitória virou um fenômeno nas plataformas digitais de música do Brasil. Conheça a artista!

A força tarefa de jovens cristãos para salvar animais no Pantanal

Na tentativa de salvar animais do incêndio que atinge o Pantanal, jovens da igreja Adventista está coletando alimentos para uma ONG distribuir entre os animais.

Ajude um cego a ler a Bíblia e ter a vida transformada

A iniciativa quer distribuir a Bíblia para cegos em todo o Brasil e promover a acessibilidade para pessoas com deficiência visual. Saiba mais!

Conheça “Nunca esquecerei”, de Um.sounds

Canção é o segundo lançamento do grupo pela Sony Music. Um.sounds é da UM Church de Nova Friburgo (RJ)

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Live solidária: artistas em favor da Igreja Perseguida

Denominado de "Seja um com eles", a live solidária é um grito de ajuda a igreja perseguida. Paulo César Baruk, Rebeca Nemer, Eyshila, André Aquino são alguns dos convidados. Saiba mais!

Arte da Graça em casa; Conscientização do setembro amarelo

Em formato online, o evento une shows e workshops incentivando a tolerância, paz e música. Saiba mais!

Aquecimento Sepal 2020, com Edméia Williams e Rodrigo Gomes

Transmissão acontecerá nesta segunda-feira, 14 de setembro, às 19 horas. Saiba como participar!

Encontro nacional Renas: “Ser criança em tempos de incerteza”

É a 13ª edição do Encontro Nacional da Rede Evangélica Nacional de Ação Social (Renas). Evento, que acontece em outubro, será online. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

Kemuel e Priscilla Alcântara conquistam Platina Triplo

Platina Triplo é uma certificação pelo grande alcance que as canções dos artistas tiveram nas plataformas digitais de música Nesta quinta-feira, 17, Kemuel e Priscilla...

Ajude um cego a ler a Bíblia e ter a vida transformada

A iniciativa quer distribuir a Bíblia para cegos em todo o Brasil e promover a acessibilidade para pessoas com deficiência visual. Saiba mais!

Amanda Loyola, floresce uma potência vocal do gospel

Artista capixaba, que ficou conhecida ao participar do quadro Jovens Talentos, do Programa Raul Gil, já lançou três canções pela Sony.

Brasil está lendo menos, mas a Bíblia ainda é o livro preferido

Apesar dos leitores brasileiros estarem lendo menos, pesquisa "Retratos da leitura" apontou que a Bíblia continua sendo o livro preferido dos brasileiros. Saiba mais!