22.9 C
Vitória
segunda-feira, 20 setembro 2021

Ribeiro: “não admito questões de gênero em livros didáticos”

O ministro Milton Ribeiro, também reverendo da igreja Presbiteriana, abriu o evento com uma oração pedindo pela saúde e vida de Bolsonaro

Por Marlon Max

Durante discuso na cerimônia de lançamento do cronograma para implantação do novo Ensino Médio no país, o Ministro da Educação, Milton Ribeiro, declarou que não admite questões de gênero em livro didáticos para crianças de 6 anos. O ministro, que também é pastor, fez um balanço do primeiro ano de sua gestão à frente do Ministério da Educação (MEC).

O ministro Ribeiro apresentou um panorama de tudo que o Ministério já está fazendo e foi contundente ao se posicionar sobre como será a formulação no conteúdo na educação pública do Brasil.

“Não vou permitir que em livros didáticos a gente posso levar questões de gênero para crianças de 6 anos de idade, tudo tem o seu tempo certo, não podemos violentar a inocência das crianças” declarou. “Respeito as decisões dos adultos, mas discordo de falar para uma criança que ela pode ser menino ou menina aos 6 anos de idade, esse é um compromisso de valores que nosso governo tem e não vamos abrir mão.”

Ribeiro também voltou a pedir o retorno das atividades presenciais e destacou que o novo Ensino Médio deve melhorar os indíces de avaliação da educação do país. “Acredito nesse projeto e tenho certeza que será muito importante para os estudantes de todo o Brasil.”

Novo Ensino Médio

(Foto: Reproducao /_ Twitter /Ministério da Saúde)

A portaria publicada na quarta-feira (14) orienta os estados e o Distrito Federal quanto aos procedimentos que deverão ser cumpridos no próximo ano, quando o novo ensino médio passa a ser obrigatório no país. A proposta é apoiar o processo de execução dos currículos escolares alinhados à BNCC (Base Nacional Comum Curricular).

“O MEC tem ofertado apoio técnico e financeiro a todas as secretarias e ampliação da educação integral no país e nesta portaria foi lançado o cronograma de ações para o novo ensino médio, orienta as secretarias quanto aos procedimentos e prazos para implementação dos itinerários formativos, além da ampliação da carga horária, prazo de entrega para o PNLD (Programa Nacional do Livro Didático) e formação dos profissionais da educação”, destacou o secretário da Educaçao Básica do MEC, Mauro Rabelo.

Rabelo informou também que nas próximas semanas o “MEC lançará novo programa para a implementação do itinerários formativos, via programa dinheiro direto nas escolas”. O lançamento contou com a participação do ministro da Educação, Milton Ribeiro, e secretários de Educação Estaduais e Distrital, representantes do CNE (Conselho Nacional de Educação), governadores, representantes das Comissões de Educação da Câmara e do Senado e representantes do Consed (Conselho Nacional dos Secretários de Educação).

O presidente da República, Jair Bolsonaro, participaria do lançamento do cronograma, mas sentiu dores abdominais e foi internado no Hospital das Forças Armadas.

Com informações Portal R7

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se