25.8 C
Vitória
sexta-feira, 4 dezembro 2020

Reservas de Forças: aquela força extra que nos leva muito mais longe

Mais Artigos

Para que serve o dia mal?

Dias em que temos vontade de ficar quietos ou de falarmos apenas o necessário e buscarmos um descanso para a nossas almas

Psicofobia. É uma doença ou um crime?

Quanto à psicose, não há recalque, nem censura alguma. O consciente é “atropelado” pelo inconsciente que fica “desnudo”

Dia mundial de Ação de graças

Quero inspirar você neste texto a aceitar a verdade defendida pelo dia de Ação de graças, mesmo que não valorize o feriado.

O que trago aqui hoje são cinco fontes de reservas de forças, que nem sempre são mensuráveis, mas são perceptíveis

Por Lulinha Tavares

A visão nos direciona o caminho que queremos, sonhamos ou necessitamos chegar. Já a força nos sustenta, dá ritmo, resistência e temporiza a nossa jornada em direção ao caminho escolhido.

Acumulamos forças ao longo da vida com o que aprendemos, tanto na escola como também com as experiências que vivemos.

Observe que existem crianças que se tornam mais fortes e resistentes pelo fato de viverem em condições de vulnerabilidade social, embora intelectualmente sejam menos dotadas  do que outras que têm a melhores oportunidades.

Algumas fontes de força são mensuráveis, como o treinamento e o estudo, por exemplo.

Podemos mensurar frequência cardíaca, dobra cutânea, tônus muscular, ventilação pulmonar ou também o desempenho escolar por intermédio das notas.

O que trago aqui hoje são cinco fontes de reservas de forças, que nem sempre são mensuráveis, mas são perceptíveis e que podem nos levar muito mais longe. São elas:

  1. Sonhos:

Só nós humanos temos a capacidade de sonhar. E quantas pessoas – por intermédio dos seus sonhos – vão muito mais longe. Exemplo disso são os jovens que sonham em se tornarem profissionais e mudar a história da sua vida e da sua família, além alcançar sucesso, fama e reconhecimento profissional. Para isso muitos se sujeitam a morarem longe da sua família – muitas das vezes em ambientes inóspitos, com alimentação precária, sem remuneração – e sem garantia alguma de que vai alcançar o que almeja. O que lhes dá forças para resistir a toda essa prova se não os seus sonhos?

Por isso lhe digo: nunca deixe de sonhar! Seja qual for a sua condição nesse momento e também a distância lhe separa dos seus objetivos. Sonhe!

  1. Necessidade:

Como diz o antigo ditado popular: “A necessidade faz o sapo pular”

Em meio a adversidade encontramos forças para seguir adiante.

Lhe faço uma pergunta: Por que nós não escrevemos com os pés?

Simples: porque temos as mãos. Pessoas que nascem dos membros superiores desenvolvem habilidades extraordinárias que dificilmente desenvolveria se não pela necessidade.

Assisti outro dia um a homem americano escalando literalmente um prédio em chamas (parecia o homem aranha) para socorrer a sua mãe. A necessidade foi sua grande fonte de reservas de forças naquele momento.

Do mesmo modo pode acontecer comigo e com você, por isso, diante da necessidade busque e encontrará força e soluções para as situações diante de você.

  1. Perseverança

E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a perseverança E a perseverança a experiência, e a experiência a esperança. (Romanos 5; 3-4)

A perseverança não é um produto, é um subproduto. Não vemos costumeiramente as pessoas comendo cacau ou farinha de trigo – mas sim – chocolate, pizza ou pão. Pois bem – assim como o chocolate é um subproduto do cacau e a pizza e o pão são subprodutos do trigo – a perseverança é subproduto da tribulação e matéria prima para a experiência.

Portanto, ao invés de reclamar das tribulações que vive e passa, as use como fonte reserva de força para adquirir experiência e esperança.

A tribulação só amedronta e enfraquece àquele que desconhece o seu valor.

E lembre-se: a tribulação de quem conhece ao Senhor tem tempo determinado e propósito estabelecido.

  1. Amizade

Como o ferro com ferro se aguça, assim o homem afia o rosto do seu amigo. (Provérbios 27:17)

Uma das mais valiosas fontes de reservas de forças que podemos adquirir nessa vida são os amigos.

Quem tem um amigo verdadeiro, tem um tesouro nas mãos. Como diz no provérbio que lemos: o amigo nos afia, nos molda.

Um amigo nos socorre, nos ajuda, nos anima nos fornece o ombro e o ouvido, a bacia e a toalha.

Um verdadeiro amigo nos fortalece. Nos serve como um verdadeiro cobertor para a nossa alma nos dias de frio intenso.

Para ter amigos seja amigo. Quem é sempre terá!

Das fontes de reservas de forças citadas, disparado essa é fonte mais sólida, mais rica, mais viva e atuante em nossas vidas.

É a base da pirâmide.

Os quais pela fé venceram reinos, praticaram a justiça, alcançaram promessas, fecharam as bocas dos leões, Apagaram a força do fogo, escaparam do fio da espada, da fraqueza tiraram forças, na batalha se esforçaram, puseram em fuga os exércitos dos estranhos. (Hebreus 11: 33-34)

Reverbero aqui Ebenézer Bittencourt – Diretor executivo do Instituto Haggai:

“Pela fé a gente vê o invisível – faz sacrifícios e entende mistérios”

No caso da necessidade – citada acima – nós encontramos forças aonde temos, mas, muitas das vezes desconhecemos que temos.

No caso da fé é diferente. Por ela nós encontramos forças aonde não temos, mais sim, Naquele que cremos – e que tudo pode.

Também descobrimos que, na verdade, na verdade, não é na nossa força, porque não a temos o suficiente.

É na força do Senhor e em Cristo Jesus que somos mais do que vencedores. Somos campeões.

Siga bem, em paz e feliz.

Lulinha Tavares é coach esportivo, formado em Educação Física, MBA-FGV/FIFA/CIES, especialista em Psicologia do Esporte, empresário, pastor e líder da Igreja Batista da Graça em Queimados (RJ)

- Publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Fé contra a covid-19

Em Cariacica (ES), a vida de um pastor, que está na batalha contra a covid-19 há 22 dias, estimulou um grupo de evangélicos a orar em frente ao hospital. Saiba mais!

Morre aos 94 anos o ex-presidente da França

Giscard d'Estaing presidiu o país de 1974 a 1981. Ele morreu por complicações relacionadas à covid-19. Saiba mais!

235 milhões precisam de assistência humanitária em 2021

Os fatores que atingem os mais vulneráveis estão o aumento dos preços dos alimentos e a quebra de rendimentos

“Ministério vai buscar vacina de excelência”, diz Pazuello

Ministério da saúde informou que a vacina não será obrigatória. Saiba mais!

Entrevistas

João Mordomo: O desafio de evangelizar e plantar igrejas

Co-fundador da Crossover Global, movimento missionário de plantação de igrejas no mundo, fala do desafio de pregar o evangelho entre os povos não alcançados.

Abby Johnson: “Ninguém está além da graça e do amor de Deus”

Em entrevista exclusiva à Comunhão, a empresária Abby Johnson revela os detalhes que a fizeram deixar uma clínica de aborto para se tornar uma ativista pró-vida nos EUA. Confira!

Paulo Oliveira: Toda crise é boa para quem é pequeno

Como será de agora em diante para a economia, a política e a educação? E onde a Igreja entra nisso? Confira a entrevista com Paulo Oliveira, presidente do Instituto Renovo

Davi Lago e Leonardo Gonçalves: a crise e a oportunidade de fazer diferente

Para Davi Lago e o cantor Leonardo Gonçalves, simplicidade, solidariedade e amor são ingredientes fundamentais para vencer a crise