21.6 C
Vitória
sábado, 13 agosto 2022

Relembre: Os 18 anos do 11 de Setembro

Bandeira hasteada em memorial erguido em homenagem as vitimas do atentado de 11 de setembro de 2011 (Foto: AFP)
Bandeira hasteada em memorial erguido em homenagem as vitimas do atentado de 11 de setembro de 2001 (Foto: AFP)

Após 18 anos do 11 de setembro, Presidente Norte Americano, Donald Trump, conclamou Dias de Oração e Lembrança das vítimas dos ataques

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou na última quinta-feira (05) a proclamação intitulada “Dias Nacionais de Oração e Lembrança”.

Em síntese, a proclamação é uma homenagem às vítimas dos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001. Na ocasião, quase 3.000 pessoas perderam a vida quando aviões comerciais sequestrados colidiram com as Torres Gêmeas em Nova York e com o Pentágono, na cidade de Washington.

No voo 93 da United, um grupo de americanos lutaram contra sequestradores que haviam assumido o controle da aeronave. Entretanto, o avião caiu em um campo perto de Shankville, no Estado da Pensilvânia. Todas as 44 pessoas morreram a bordo.

PROCLAMAÇÃO DO PRESIDENTE

Os “Dias Nacionais de Oração e Lembrança” aconteceram entre a sexta-feira (06) e o domingo (08) de setembro. Da mesma forma, pessoas do mundo inteiro foram convidadas a participar.

As ações incluíram orações, contemplações, cultos memoriais, toque de sinos, além de vigília à luz de velas. O presidente disse que, mesmo em meio à perda, houve pessoas de coragem.

“A passagem do tempo nunca diminuirá a magnitude da perda e a coragem, compaixão, força e unidade exibidas durante uma das nossas horas mais sombrias”, declarou.

Trump ressaltou o trabalho dos socorristas que arriscaram suas vidas. Igualmente, evidenciou que eles ainda continuam realizando esse trabalho. Ademais, disse que a oração sustentou líderes da nação em tempos de paz, prosperidade, conflito e desastre.

“Portanto, é apropriado que voltemos novamente ao nosso Criador por sabedoria, conforto e paz nesta ocasião sombria” frisou Trump, e concluiu.

“Oremos por aqueles que perderam entes queridos no World Trade Center, no Pentágono e em Shanksville, Pensilvânia, e por todos”, escreveu.

*Da redação, com informações de CBN News


LEIA MAIS 

Nova Zelândia – Tragédia na mesquita deixa 50 mortos 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se