Relembre: Os 18 anos do 11 de Setembro

Bandeira hasteada em memorial erguido em homenagem as vitimas do atentado de 11 de setembro de 2011 (Foto: AFP)
Bandeira hasteada em memorial erguido em homenagem as vitimas do atentado de 11 de setembro de 2001 (Foto: AFP)

Após 18 anos do 11 de setembro, Presidente Norte Americano, Donald Trump, conclamou Dias de Oração e Lembrança das vítimas dos ataques

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou na última quinta-feira (05) a proclamação intitulada “Dias Nacionais de Oração e Lembrança”.

Em síntese, a proclamação é uma homenagem às vítimas dos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001. Na ocasião, quase 3.000 pessoas perderam a vida quando aviões comerciais sequestrados colidiram com as Torres Gêmeas em Nova York e com o Pentágono, na cidade de Washington.

No voo 93 da United, um grupo de americanos lutaram contra sequestradores que haviam assumido o controle da aeronave. Entretanto, o avião caiu em um campo perto de Shankville, no Estado da Pensilvânia. Todas as 44 pessoas morreram a bordo.

PROCLAMAÇÃO DO PRESIDENTE

Os “Dias Nacionais de Oração e Lembrança” aconteceram entre a sexta-feira (06) e o domingo (08) de setembro. Da mesma forma, pessoas do mundo inteiro foram convidadas a participar.

As ações incluíram orações, contemplações, cultos memoriais, toque de sinos, além de vigília à luz de velas. O presidente disse que, mesmo em meio à perda, houve pessoas de coragem.

“A passagem do tempo nunca diminuirá a magnitude da perda e a coragem, compaixão, força e unidade exibidas durante uma das nossas horas mais sombrias”, declarou.

Trump ressaltou o trabalho dos socorristas que arriscaram suas vidas. Igualmente, evidenciou que eles ainda continuam realizando esse trabalho. Ademais, disse que a oração sustentou líderes da nação em tempos de paz, prosperidade, conflito e desastre.

“Portanto, é apropriado que voltemos novamente ao nosso Criador por sabedoria, conforto e paz nesta ocasião sombria” frisou Trump, e concluiu.

“Oremos por aqueles que perderam entes queridos no World Trade Center, no Pentágono e em Shanksville, Pensilvânia, e por todos”, escreveu.

*Da redação, com informações de CBN News


LEIA MAIS 

Nova Zelândia – Tragédia na mesquita deixa 50 mortos