26.8 C
Vitória
segunda-feira, 6 julho, 2020

“Busquei intimidade com Deus e finalmente a provei”

Mais lidas

Coronavírus deixa 73 países em risco de escassez de remédios para HIV

A incapacidade dos fornecedores de entregarem os antirretrovirais dentro do prazo e a paralisação dos serviços de transportes terrestre e aéreo estão entre as causas

Estudantes com Fies podem suspender parcelas no BB a partir de hoje

A manifestação pode ser feita pelo app BB. Saiba mais! 

Governo amplia vetos na lei que torna obrigatório o uso de máscara

Artigos da lei foram republicados no Diário Oficial de hoje. Saiba mais! 

Planejamento e pesquisa ajudam microempresa a ter crédito na pandemia

Cooperativas, fintechs e empresas individuais emprestam a juros baixos. Saiba mais!

A declaração é do pastor Andrew Brunson ao relatar o tempo de angústia em que ficou preso na Turquia em prol do Evangelho. “Havia graça e muitas orações me sustentando”, disse

Durante a Conferência de Pastores da Convenção Batista do Sul, realizada essa semana em Birmingham, Alabama (EUA), o pastor Andrew Brunson e sua esposa Norine falaram sobre as dificuldades que sofreram por conta da perseguição religiosa na Turquia.

Diante de milhares de pessoas, o casal explicou como era o teste do processo. Em suas observações, o pastor Andrew disse que houve momentos em que pensou em suicídio. Ele ficou preso em Izmir, por cerca de dois anos e meio. A cidade é o mesmo lugar em que um bispo cristão do século 2 foi martirizado pelo Evangelho. Andrew inspirou orações ao redor do mundo.

“Eu busquei a presença de Deus e intimidade com Ele por anos e finalmente a provei”, disse Andrew Brunson, observando como era uma luta brutal e confusa. E muitas vezes orava ao Senhor dizendo: “Deus, se eu sair dessa situação, vou ter um testemunho da minha fraqueza e da Sua força”, contou.

Ele não esperava que fosse sofrer tanto, mas depois leu mais sobre aqueles na história das missões que foram perseguidos por causa de sua fé e também quiseram morrer em meio ao abuso que sofreram. “Esta é a realidade do sofrimento e da perseguição. É muito, muito difícil … isso me forçou além do que eu poderia suportar, mas havia graça e havia muitas orações me sustentando”, relatou.

O pastor contou que resolveu mudar seu foco sobre o legado de fé que ele passaria para seus filhos e resolveu lutar por sua fé. Em 2009, Deus falou com Brunson sobre um movimento de Deus chegando à Turquia, mas que isso aconteceria em tempos difíceis.

Foto: Agência EFE/ EPA Oliver Douliery

Encorajamento da Esposa
Entrevistada juntamente ao pastor Andrew, Norine Brunson disse que um dos principais focos de sua vida era se manter orando por seu marido e encorajá-lo na fé durante seu tempo na cadeia. “Eu era a viúva persistente”, ela disse, sorrindo, enquanto explicava seu trabalho junto à diplomacia do governo.
“Eu bati em todas as portas, provavelmente muitas vezes. Eu provavelmente fiz de mim mesma uma praga para aquelas autoridades”. Embora houvesse momentos em que ele quis tirar sua própria vida, foi a Palavra de Deus que o sustentou, particularmente o Salmo 118.

Por um tempo ele nem sequer teve permissão para ter uma Bíblia em sua cela de prisão. Quando ele finalmente conseguiu ler uma, acabou passando muito tempo em Filipenses e em 2ª Timóteo. E foi especialmente encorajado pelas palavras do apóstolo Paulo sobre terminar bem a corrida da fé.

A esposa de Brunson era a única que tinha permissão para visitá-lo e só tinha cerca de 35 minutos por semana para vê-lo. O casal falava por telefone através de vidro reforçado. “Eu acho que a dificuldade maior é que não há promessas [nas Escrituras] quando se trata de perseguição. Não há promessas de que estaremos livres disso, somente a de que seremos perseguidos”.

O pastor Brunson disse que sua esposa o encorajava, falava sempre a verdade e até mesmo o exortava: “ela era uma leoa”.

Quando Brunson foi finalmente libertado e voltou para os Estados Unidos em outubro, eles pararam na Casa Branca, onde o casal orou pelo Presidente Trump no Salão Oval.

*Com informações de Christian Port 


leia mais

“Sobrevivi pela oração”, diz pastor Brunson 
Pastor preso há 500 dias na Turquia sem ter sido condenado
Pastor em meio a tensões entre EUA e Turquia

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Artistas cristãos na ação social “Eu Soul VC”

Entre os artistas cristãos confirmados estão Casa Worship, Renascer Praise, André e Felipe, Rebeca Carvalho e Leandro Borges

The send Argentina é adiado para 2021

Em comunicado, os organizadores do The Send disseram que a data exata será definida assim que o governo tiver o poder de reativar eventos maciços

Em agosto, 16º Fórum de Ciências Bíblicas

Com o tema “A Bíblia para as novas gerações”, evento será realizado nos dias 13 e 14 de agosto, no Centro de Eventos de...

Expoevangélica 2020 é adiada para dezembro

Neste ano, a Expoevangélica celebra 15 anos e pretende realizar uma grande festa em Fortaleza (CE).

Plugue-se

Kanye West anuncia nova música de trabalho com temática gospel

Em um vídeo curto Kanye West divulgou detalhes da melodia da canção "Wash Us In The Blood" (Lava-nos no Sangue)

Enciclopédia dos adventistas em formato digital

Enciclopédia é fruto de um trabalho de dezenas de profissionais em várias partes do mundo e inclui material sobre pioneiros adventistas na América do Sul

Juliano Son canta “Nada mudou”, do EP Tudo Novo

Canção é o quinto e último single do projeto musical Tudo Novo, de Juliano Son

Kemuel e o fenômeno da música “Algo Novo”

Com quase cinco milhões de vies no Youtube, "Algo Novo", tem impactado a vida de muita gente e diversos testemunhos de cura