27.9 C
Vitória
sábado, 16 janeiro 2021

“Ação de Deus e cuidado da família”, relata paciente curado da covid-19

Daniel Santos foi um dos 302 pacientes curados de covid-19 no Hospital Adventista de Manaus

Em março, Daniel Santos, 34 anos, começou a sentir dor nos olhos, febre e falta de ar. Os sintomas não deixavam dúvidas. O autônomo estava com coronavírus. E precisou ser internado às pressas no Hospital Adventista de Manaus, na Zona Sul da capital amazonense. Mas com cuidado da família e a ação de Deus, ele foi curado da covid-19.

“Eu já não conseguia mais fazer nada. Tudo o que eu fazia me cansava muito rápido. Fiquei por cinco dias com uma febre que não passava, e quando cheguei com falta de ar ao hospital, preferi ficar internado. O problema estava tão sério que esse foi o primeiro momento em que eu temi pela minha vida”, relatou.

Doença

Até nesta segunda (18), a Secretaria de Saúde do Amazonas contabilizou 20.328 casos em todo o Estado, com 1.413 óbitos e 6.782 pacientes recuperados. Daniel foi um dos primeiros pacientes de covid-19 em Manaus.

E por sofrer com a obesidade e uma arritmia cardíaca, se enquadrava em dois dos grupos. Mas o pior foi a parte psicológica, que ficou bastante abalada durante a internação.

“O que mais mexe com o paciente de covid-19 não é a doença em si, mas toda a carga psicológica que ela traz. Por ser uma doença ainda desconhecida, a gente precisa ficar isolado, sem contato com a nossa família. E o fato de eu não poder ver a minha esposa e a minha filha me deixou bastante abalado. Houveram momentos em que eu perdi a vontade de viver, e falei: ‘Deus, eu não aguento mais’. Enquanto estava ali, internado, orei muito, pedindo a Deus que Ele fizesse a vontade d’Ele.”

Se os primeiros dias de internação foram difíceis para ele, para sua esposa, Karoline Santos, 36 anos, a situação também não foi fácil. Enquanto o esposo estava internado, ela ligava para ele diariamente, pedindo para que ele aguentasse firme e lutasse contra a doença, uma vez que a curva de piora seria de cinco dias, segundo a médica que o atendeu. Cada vez mais as coisas pioravam, e a falta de ar de Daniel era constante, agravada pelas suas outras comorbidades.

“Quando nós conversávamos, eu pedia que ele aguentasse até o dia 5 de abril, para que ele lutasse contra a doença. Em meio a isso, eu não aguentava ler as notícias que surgiam diariamente, de mortes por covid-19, incluindo pessoas como o Daniel. E no final de cada dia, eu ligava pra ele e pedia para que ele aguentasse até o domingo, o aniversário do nosso casamento, para comemorarmos juntos, ainda que à distância”, relembra Karoline, emocionada.

Esperança

A esposa conta que em um dos primeiros dias de internação, separou uma caixinha de som e conectou ao seu celular, e fez uma playlist com as músicas preferidas de Santos, e um cartaz com 10 motivos pelos quais ele precisava lutar. Como ela não podia entrar no hospital, ficou do lado de fora do prédio, em frente ao apartamento do esposo. Ela ligou a caixinha de som e levantou o cartaz para que o esposo pudesse vê-la, numa espécie de serenata.

“Enquanto eu fazia isso, eu orava a Deus e falava que meu esposo não ia morrer. E nesse dia, quando eu fui no hospital, pedi que ele aguentasse só mais um pouco, só até domingo, porque eu sabia que ele ia melhorar”, detalha. “Um dos motivos que eu listei, inclusive, era que a gente precisava ver nosso time ser campeão mundial. Desliguei o telefone, orei e pedi mais uma vez a Deus que meu esposo não morresse. E enquanto isso, eu falava pra mim mesma: ‘meu esposo não vai morrer!’”

Fé aliada à ciência

Depois do quinto dia de internação, Daniel começou a melhorar. Além da sua confiança no poder divino – um dos oito remédios naturais –, o que fez diferença no seu tratamento foi o cuidado e a atenção recebida por parte dos profissionais, tanto técnicos como enfermeiros e médicos do Hospital Adventista de Manaus.

“Existia toda a rotina de aferir a pressão, administrar o medicamento, mas havia algo mais. Além de fazer isso, os técnicos e enfermeiros vinham, conversavam comigo, oravam comigo. Outras pessoas vinham, sentavam, conversavam, e até mesmo cantavam no corredor. Posso dizer que todos os enfermeiros dos dois turnos foram bastante atenciosos e humanos. Pra mim, isso fez toda a diferença, além, claro, da ação de Deus e do apoio da minha família”, relatou.

O regime alimentar seguido na unidade de saúde, com uma dieta vegetariana e sem alimentos refinados, também fez diferença no tratamento. Segundo a nutricionista Kelly Barboza, que acompanhou o paciente durante o período de internação, no início da pandemia, o aconselhamento nutricional foi feito pelo telefone, meio utilizado para consultar a aceitação e a preferência de Santos pela alimentação.

“Geralmente, os pacientes obesos são desnutridos. Por isso, escolhemos alimentos como frutas, saladas, açúcares simples e bastante água, e menos alimentos refinados. Na maioria das vezes, o paciente entende a importância da alimentação para a recuperação, e foi o que aconteceu com o Daniel. Como ele não tinha o hábito de comer comida no jantar, adaptamos a refeição para um lanche, que teve boa aceitação até o momento em que ele teve alta”, completa Kelly.

A melhora de Daniel também foi sentida pela esposa, mesmo com ela distante do hospital. “Depois do quinto dia, eu e a médica percebemos que era um novo Daniel. Todos os dias ele me ligava pra falar de coisas mínimas que tinham acontecido, como alguém que sentara com ele pra conversar ou um enfermeiro que estendia a mão pra tocar na mão dele. E ele começou a melhorar, e eu senti que Deus estava recompensando a minha fé e a fé dele”, conta Karoline.

Renascimento

No dia 6 de abril, antes da Páscoa, ele recebeu alta hospitalar. “Foi uma alegria imensa pra mim. Ele chegou e nós pudemos comemorar a Páscoa com o verdadeiro sentido dela, que é renascimento e ressurreição. Eu tenho certeza absoluta que o Daniel renasceu”, garante a esposa.

Ele foi um dos primeiros entre os 302 pacientes curados da doença no Hospital Adventista de Manaus até o dia 15 de maio. Agora, ele pretende ficar em casa com a família e inspirar outras pessoas a resistirem à doença, que já vitimou 302.493 pessoas até o dia 15 de maio, segundo dados da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. A próxima volta de Daniel ao hospital será para dar sequência aos exames pré-operatórios para a cirurgia de hérnia de disco e para tratar a arritmia cardíaca.

“Quando recebi alta, conversei com a minha médica e fiz questão de salientar que estava à disposição para conversar com outros pacientes internados por covid-19. Tenho certeza que eu só consegui vencer porque confiei em Deus, e graças ao trabalho desempenhado pelos profissionais do Hospital Adventista. Essa doença vai ser vencida, e eu tenho certeza de que, em breve, tudo vai ficar bem”, completa Santos.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

“Abandono” é o novo single da Banda Catedral

Canção inédita é uma crítica social 

Violência sexual, o castigo psicológico e a restauração pelo evangelho

Depois de viver na prostituição por 17 anos, mergulhar nas drogas, sofre abuso sexual, a norte americana, Sariah Hastings teve a sua vida transformada pelo evangelho. Saiba mais!

Sufoco! Pastor brasileiro foi espancado no sul da Ásia

O pastor, que teve sua identidade preservada, chegou a ser preso, espancado, mas foi solto. Ele é missionário da Junta de Missões Mundiais, instituição vinculada a Convenção Batista Brasileira. Saiba mais!

Sobreviventes do Holocausto serão vacinados contra covid-19

Vacinas serão fornecidas por Israel. Os sobreviventes do Holocausto vão receber equipes médicas e voluntários em sua casa. Saiba mais!

Juíza federal dá 24h para União e AM apresentarem plano para oxigênio

Os órgãos pedem uma liminar urgente para obrigar os governos federal e estadual a agirem para resolver a situação de desabastecimento de oxigênio

Itamaraty: Índia tem ‘boa vontade’ para liberar vacina

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Índia, Anurag Srivastava, disse que é "muito cedo" para falar sobre exportação de vacinas para outros países

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Encontro para a Consciência Cristã em fevereiro; Saiba mais!

Pela primeira vez em mais de duas décadas, o tradicional encontro para a Consciência Cristã será realizado online.

The Send online será neste sábado, 9

Um dos maiores eventos de louvor, adoração evangelismo no mundo, o The send, costuma reunir milhares de pessoas. Saiba mais!

Passion Conference no último dia do ano; Saiba mais!

O cantor Fernandinho é o único artista brasileiro a participar da Passion Conference. Saiba mais!

Aulas criativas e transformadoras sobre a Bíblia

Para quem ensina a Bíblia, mas tem dificuldade no preparo das aulas, um workshop gratuito será apresentado pelo pastor Lécio Dornas, em janeiro. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

“Abandono” é o novo single da Banda Catedral

Canção inédita é uma crítica social 

Morre o pai da cantora Cassiane

O anúncio de sua morte foi feito pelas redes sociais de Cassiane. As causas da morte ainda não foram reveladas pela família. Saiba mais!

Juliano Son e seu “Voaremos”

Em parceria com Júlia Vitória, o artista inicia 2021 desejando novos vôos ao vento do Espírito Santo. Saiba mais!

Larry e Devi Titus em a vida a dois como você nunca viu!

Em "Ele diz, ela diz", Larry e Devi Titus traz uma abordagem inovadora, dedicada a casais em que marido e mulher têm personalidade marcante e atuam em alguma esfera de liderança