23.9 C
Vitória
sexta-feira, 18 setembro 2020

Reforma Protestante: cinco séculos de história

Leia também

Anvisa autoriza que Pfizer dobre número de voluntários em testes para vacina

O laboratório informou que vai expandir o número de participantes do estudo para a vacina, chegando a cerca de 44 mil participantes

Fumaça do Pantanal que chega a SP pode agravar casos de doenças respiratórias

Outra recomendação que Cardenuto indica é a de evitar aglomerações, uma medida que já deveria ser cumprida em função do novo coronavírus

Lava Jato denuncia Cabral e Bezerra por propinas em contratos do DER

Segundo a peça, registros contábeis apreendidos com o operador de Cabral na Calicute mostram que Maciste efetuou, entre 2011 e 2017

Por que podemos em nossos dias nos encantar com as maravilhosas composições de Johann Sebastian Bach?

Por que muitas nações usufruem dos benefícios da democracia representativa? Por que existem universidades antigas e renomadas com as de Harvard e Princeton? Por que a Bíblia nos últimos séculos se tornou disponível a centenas de povos e etnias que não a conheciam? Essas são algumas perguntas, entre muitas outras, cuja resposta é, no todo ou em parte: “por causa da Reforma Protestante”.

A Reforma foi o grande movimento de renovação e restauração da Igreja ocorrido na Europa, no século 16, sob a liderança de homens como Martinho Lutero, Ulrico Zuínglio, João Calvino, entre outros. Eles se convenceram de que a Igreja do seu tempo, embora surgida nos primórdios da era cristã, havia se afastado em aspectos importantes dos ensinos de Jesus e de Seus apóstolos, contidos no Novo Testamento.

Para eles, o entendimento da salvação, a espiritualidade e o culto do final da Idade Média não mais faziam justiça ao Evangelho, à mensagem cristã.Seu ponto de partida foram a redescoberta e a nova valorização da Escritura, a fonte original e legítima da fé cristã.

A Palavra de Deus, inspirada e normativa, deveria servir de critério supremo para determinar as convicções e práticas da Igreja. No que diz respeito ao relacionamento com Deus, os reformadores insistiram que a salvação é totalmente uma dádiva da graça de Deus, a ser recebida somente por meio da fé, sem a necessidade de qualquer colaboração ou complementação humana. Eles também entenderam que todo cristão verdadeiro é um sacerdote ou ministro de Deus, não dependendo de nenhum intermediário humano, mas somente de Cristo.

A Reforma não pretendia dividir a única Igreja que existia no Ocidente, mas o seu compromisso com o Evangelho levou a esse resultado. A nova liberdade de estudar a Bíblia também gerou diferentes interpretações de certos pontos doutrinários, produzindo diversas correntes no novo movimento: luteranos, reformados suíços, anabatistas (também na Suíça) e anglicanos.

Embora tenha sido um fenômeno primordialmente religioso, a Reforma teve importantes desdobramentos políticos, econômicos e sociais. Os principais reformadores trabalharam em estreita cooperação com os magistrados ou governantes civis, daí terem ficado conhecidos como “reformadores magisteriais”.

Gerações mais tarde, seus ensinos e práticas levaram à separação entre Igreja e Estado e ao desenvolvimento das modernas instituições democráticas.  A Reforma Protestante cultivou valores que resultaram em grande prosperidade econômica para as nações que a abraçaram, bem como notáveis progressos nos âmbitos da ciência, da arte e da ética social.

Foi particularmente valiosa sua contribuição para a educação, a partir do pressuposto de que as pessoas também deviam glorificar a Deus mediante o cultivo da mente, da vida intelectual. Sem deixar de reconhecer que a Reforma teve suas falhas e limitações, os protestantes ou evangélicos veem muitos motivos para celebrar e render graças a Deus pelo quinto centenário do seu movimento.

Alderi Souza de Matos é doutor em Teologia (Th.D.) pela Universidade de Boston, professor do Centro Presbiteriano de Pós-Graduação Andrew Jumper (São Paulo) e historiador da Igreja Presbiteriana do Brasil.

A matéria acima é uma republicação da Revista Comunhão. Fatos, comentários e opiniões contidos no texto se referem à época em que a matéria foi escrita.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Brasil está lendo menos, mas a Bíblia ainda é o livro preferido

Apesar dos leitores brasileiros estarem lendo menos, pesquisa "Retratos da leitura" apontou que a Bíblia continua sendo o livro preferido dos brasileiros. Saiba mais!

Estou livre para me casar novamente?

Pergunta anônima O padrão divino para o casamento é, segundo as palavras de Jesus, que seja indissolúvel (Mc 10:9). Entretanto, no caso em tela, uma...

Ministro da Educação diz não fazer pregação e reforça ‘valores’

Na quinta-feira, 10, Ribeiro foi criticado após afirmar que os jovens são "zumbis existenciais" por não acreditarem em Deus ou na política, durante evento no Palácio do Planalto

Do Estado do Espírito Santo para o Mundo

Igreja Cristã Maranata: uma história pra ser contada e celebrada. Saiba mais!

A igreja deve se posicionar sobre as eleições?

A FAVOR Se a natureza institucional da igreja tem correlação direta com o exercício da cidadania, pois a mesma se constitui de cidadãos, parece-nos razoável...

Preciso ter o chamado para fazer Missões?

Pergunta anônima de um leitor Comunhão "O chamado de Jesus para todos os cristãos, descrito em Mateus 28:19 e 20, “Ide por todo mundo e...

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Live solidária: artistas em favor da Igreja Perseguida

Denominado de "Seja um com eles", a live solidária é um grito de ajuda a igreja perseguida. Paulo César Baruk, Rebeca Nemer, Eyshila, André Aquino são alguns dos convidados. Saiba mais!

Arte da Graça em casa; Conscientização do setembro amarelo

Em formato online, o evento une shows e workshops incentivando a tolerância, paz e música. Saiba mais!

Aquecimento Sepal 2020, com Edméia Williams e Rodrigo Gomes

Transmissão acontecerá nesta segunda-feira, 14 de setembro, às 19 horas. Saiba como participar!

Encontro nacional Renas: “Ser criança em tempos de incerteza”

É a 13ª edição do Encontro Nacional da Rede Evangélica Nacional de Ação Social (Renas). Evento, que acontece em outubro, será online. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

Kemuel e Priscilla Alcântara conquistam Platina Triplo

Platina Triplo é uma certificação pelo grande alcance que as canções dos artistas tiveram nas plataformas digitais de música Nesta quinta-feira, 17, Kemuel e Priscilla...

Ajude um cego a ler a Bíblia e ter a vida transformada

A iniciativa quer distribuir a Bíblia para cegos em todo o Brasil e promover a acessibilidade para pessoas com deficiência visual. Saiba mais!

Amanda Loyola, floresce uma potência vocal do gospel

Artista capixaba, que ficou conhecida ao participar do quadro Jovens Talentos, do Programa Raul Gil, já lançou três canções pela Sony.

Brasil está lendo menos, mas a Bíblia ainda é o livro preferido

Apesar dos leitores brasileiros estarem lendo menos, pesquisa "Retratos da leitura" apontou que a Bíblia continua sendo o livro preferido dos brasileiros. Saiba mais!