back to top
23.9 C
Vitória
quarta-feira, 19 junho 2024

Atrações internacionais no primeiro Som da Vida

O grupo Red abriu as apresentações da primeira edição do Som da Vida. Além deles, também estiveram presentes cantores nacionais

A banda Red está entre os artistas estrangeiros que participaram do evento.

“Quando os portões se abriram no primeiro dia e eu vi o tamanho do palco principal, meu coração acelerou. Tive a certeza de que os próximos seriam diferentes”, disse a universitária Yasmin Lopes, de 22 anos, que foi do Piauí com um grupo de amigos ao Rio de Janeiro exclusivamente para viver de perto a experiência do primeiro Som da Vida.

Com a missão de ser um dos maiores festivais de música cristã da América Latina, o Som da Vida foi realizado no Parque Olímpico do Rio e Janeiro, na Barra da Tijuca, entre os dias 13 e 15 de julho, promovendo momentos de louvor e adoração com uma estrutura nunca vista no segmento gospel até então.

O encontro reuniu artistas importantes no cenário internacional e nacional. Na programação, presença de Red, Rosa de Saron, Oficina G3, Ministério Atitude, Ton Carfi, Eli Soares, Daniela Araújo, Discopraise, Novo Som, Trazendo a Arca, Delino Marçal, Amanda Rodrigues, Sarando a Terra, Unspoken, FireFligth, Marcela Taís, Salomão do Reggae, Sergio Saas e pastor Lucas. A estrutura montada contou com o Palco Gêneses, a Arena das Missões e o Palco Eclipse.

Rumo à 2018

Embora tenham ocorrido dificuldades inerentes às produções dessa magnitude, o saldo final do Som da Vida foi positivo. “Foram três dias onde o nome de Jesus foi exaltado pelas milhares de pessoas que estiveram aqui e esse era o nosso ideal. Enfrentamos diversas lutas até mesmo porque essa foi a primeira edição de um evento de proporções gigantescas. Aprendemos com os erros de 2017 e, tenho certeza, voltaremos em 2018 ainda mais fortalecidos para fazer outra festa linda àquele que é digno”, garantiu Judson Lenna, diretor-geral do evento.

- Continua após a publicidade -

Apoiadora do festival, a 360ºWayUp acredita que o projeto é fundamental. “Música cristã merece isso. Apoiarmos como Igreja e como mídia é importante. O evento tem uma estrutura grandiosa!”, disse Ygor Siqueira, CEO da empresa.

A cantora Marcela Taís, uma das atrações mais esperadas pelos jovens na noite, também falou sobre sua participação. “Nós precisamos ser mais unidos como Igreja. Um evento desse tamanho merece o nosso carinho, já que leva um nome muito maior do que Som da Vida. Leva o nome de Jesus”, afirmou.

 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -