19.9 C
Vitória
quarta-feira, 25 maio 2022

Rafaelle se torna a primeira brasileira a defender o Arsenal

Foto_destaque_Comunhão
Rafaelle Souza. Foto: Divulgação/Site Arsenal

Ex-Palmeiras, zagueira é nome importante na seleção de Pia Sundhage

Com informações de Agência Brasil 

A zagueira Rafaelle será a primeira jogadora brasileira a defender a equipe feminina do Arsenal (Inglaterra). A defensora de 30 anos, uma das peças mais importantes da seleção de Pia Sundhage, chega aos Gunners, líderes do Campeonato Inglês, após o fim dos cinco anos de vínculo com o Changchun Zhouye (China). No ano passado, ela esteve cedida ao Palmeiras por empréstimo e foi vice-campeã nacional.“Estou muito empolgada. É incrível poder jogar em uma liga tão forte e competitiva. Estava em busca de um clube no qual pudesse apresentar meu futebol e habilidades e estar no centro do mundo. Esse é meu desafio”, disse Rafaelle ao site oficial de seu novo clube, no qual vestirá a camisa 2. 

Antes dela, outros 12 brasileiros, todos homens, passaram pelo Arsenal neste século. Campeão mundial pela seleção em 2002, o ex-volante Gilberto Silva é o jogador do país com mais jogos pelos Gunners (245). O atual elenco masculino tem dois atletas nascidos no Brasil: o zagueiro Gabriel Magalhães e o atacante Gabriel Martinelli. O diretor técnico, por sua vez, é o ex-meia Edu Gaspar, que representou o clube nos gramados entre 2001 e 2005.

O Campeonato Inglês feminino é disputado desde a temporada 1991/1992, tendo o Arsenal como maior vencedor, com 12 títulos, sendo o último em 2018/2019. Ao contrário da equipe masculina, as mulheres tiveram o gostinho de ganhar a Liga dos Campeões de 2006/2007. Na edição atual, elas estão nas quartas de final e terão pela frente o Wolfsburg (Alemanha).

“É um prazer poder dar as boas vindas à Rafaelle. Experiência internacional, habilidade técnica e liderança são qualidades que a tornam uma importante contratação. Não vejo a hora de trabalharmos e tenho certeza de que os fãs do Arsenal estão ansiosos para vê-la em ação”, destacou o técnico Jonas Eidevall.

A expectativa é que Rafaelle seja convocada por Pia para o Torneio Internacional da França, que será disputado entre 14 e 23 de fevereiro na cidade francesa de Caen. A defensora tem 33 jogos pela seleção brasileira, com cinco gols marcados e um título, o da Copa América de 2018. Antes de Changchun e Palmeiras, ela atuou pelo norte-americano Houston Dash e pelos brasileiros América-MG e São Francisco-BA.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se