25 C
Vitória
terça-feira, 7 abril, 2020

Rachel Sheherazade classifica julgamento de Marisa Lobo como “Cristofobia”

- Continua após a publicidade -

Mais lidas

PIB da China deve ter no 1º trimestre a primeira queda em 40 anos, diz estudo

O Produto Interno Bruto (PIB) da China deverá registrar no primeiro trimestre a sua primeira queda em quarenta anos, mostra o estudo "Perspectivas do Desenvolvimento Econômico Chinês pós-Covid-19 e impactos para a economia brasileira"

Plataforma Inteligente no combate ao coronavírus no ES

O Centro de Comando e Controle para Ações e Prevenção ao Coronavírus no Estado do Espírito Santo lançou uma Plataforma Inteligente contra a Covid-19. Saiba mais!

Rainha Elizabeth II: “dias melhores virão”

Em 68 anos de reinado este foi o quinto discurso realizado por Elizabeth II, que destacou o esforço dos profissionais do sistema público de saúde na luta contra o covid-19

Igrejas de Cuba terão espaço na televisão nacional

Os evangélicos cubanos de diferentes denominações haviam compartilhado através das redes sociais um pedido dirigido ao Instituto Cubano de Rádio e Televisão (ICRT) , para incluir conteúdo cristão em sua programação regular.

A psicóloga Marisa Lobo, que teve seu registro cassado pelo Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CRP-PR) por manifestar sua crença em Deus em suas redes sociais, está com seu julgamento no Conselho Federal de Psicologia (CFP) previsto para a próxima sexta-feira (22/05). No julgamento será decidido se o registro da profissional continua ou não cassado.
A jornalista Rachel Sherazade classificou o caso como “Cristofobia”, contestando a forma como o órgão classificou a psicóloga porque ela professava a sua fé em seu site e em redes sociais, se apresentando como psicóloga cristã, sendo que as contas são pessoais e que ela teria todo o direito de manifestar o que quisesse pela Constituição.
Sheherazade questionou se o órgão não está agindo com preconceito contra cristãos, por alegar que ela feriu o Código de Ética por conta da crença em Jesus Cristo.
“Seria um caso de cristofobia? Pois, estranhamente, o órgão não processou outros profissionais que se denominam budistas, xamanistas, judaicos, umbandistas, e até parapsicólogos… Não estariam eles incorrendo nas mesmas ‘transgressões’?”.
Esse é o mesmo argumento usado pela profissional que sem o registro não pode exercer a sua função. Até a Ordem dos Advogados se manifestou sobre o caso através de um parecer técnico que entende como “descabida” e “inconstitucional” a decisão do Conselho.
“A psicóloga teve o registro cassado. Seis meses depois, a Justiça Federal anulou a cassação. Mas, o Conselho apelou ao Supremo, e marcou um novo julgamento para a psicóloga”, explica Sheherazade.
A jornalista também afirma que a reabertura do processo pode ser uma retaliação, já que Marisa Lobo participou de uma audiência na Comissão de Direitos Humanos da Câmara Federal para ouvir o depoimento de ex-gays.
“Estranho o conselho proibir pessoas de procurar ajuda profissional para reverter sua orientação sexual no Código Ética, mas não questionar o direito de fazer cirurgias de mudança de sexo bancadas pelo SUS. Então quer dizer que o cidadão tem o direito de ser gay, mas não pode querer deixar de ser. É isso ou estou enganada?”, reclamou.
Sherazade ainda completou. “Todos nós sabemos que conselhos não são peritos em legislação. Então vou lembrar aos membros do CPF alguns incisos do artigo 5º que diz que é livre a manifestação de pensamento, é inviolável a liberdade de consciência ou de crença e ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa. Nenhum Código de Ética profissional, senhores psicólogos, pode estar acima da lei maior”, finalizou.

- Continua após a publicidade -

Revista Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Live: “As perguntas cruciais a serem respondidas na crise”

Um dos 25 melhores CEO’s dos EUA, Craig Groeschel fará nesta quinta-feira (02), às 10h30, uma Live exclusiva para o Brasil com tradução simultânea

Vigília online ‘Há uma Luz’: um clamor contra o covid-19

Para levar paz e esperança à população afetada pela pandemia global da Covid-19, a plataforma cristã, InChurch, organizou a vigília online “Há uma Luz” nesta quarta (1º).

26 de março: live – Como inovar na igreja em tempos de disruptura

Nesta quinta (26), as 19h, vai acontecer a primeira live da série "O efeito da liderança na crise” com Josué Campanhã, diretor da Envisionar e Thiago Faria

Novo Som faz show online

Devido a quarentena por causa do coronavírus, a banda vai estar ao vivo no sábado (28) a partir das 20h. Será transmitido pelo Instagram e Facebook

Receber notícias

Gostaria de receber notícias em primeira mão? Assine gratuitamente agora:

Plugue-se

Vencendo o medo é tema de campanha da SBB

Nesses tempos difíceis que o Brasil e o Mundo têm enfrentado, a Sociedade Bíblica do brasil quer levar Esperança às pessoas. Por isso, foi lançada a campanha de evangelização "Vencendo o Medo", com o objetivo de compartilhar a Palavra de Esperança.

Danilo Franco traz o pop pentecostal em “Confio em Deus”

Em tempos de isolamento social, a mensagem da canção "Confio em Deus", de Danilo Franco, pode fazer grande diferença na vida de milhares de pessoas. 

Serginho, do Roupa Nova, em projeto gospel

Conhecido por integrar um dos maiores grupos musicais do Brasil, o Roupa Nova, Serginho agora lança "releituras", um projeto com louvores consagrados do meio evangélico

“Me aproximei mais de Deus”, desabafa Yudi Tamashiro

Chorando muito, Yudi Tamashiro contou que a doença foi descoberta há dois meses. Mas só esta semana foi confirmado que o tumor é maligno. Então ele fez um desabafo.