31.9 C
Vitória
domingo, 24 outubro 2021

Químico é premiado ao mostrar que Deus e ciência se validam

“A ciência é uma revelação para nós a respeito da criação de Deus. Isso nos ajuda a entender como Ele fez isso”, ressalta Jim Martin

Por Patricia Scott 

O professor Jim Martin, Ph.D em Química pela Universidade de Princeton (EUA), recebeu, recentemente, o prêmio Impacto Internacional ao mostrar a partir dos seus estudos que ciência e Deus andam juntos. Filho de um ministro presbiteriano, ele não enxerga a ciência como inimiga da fé. Pelo contrário, acredita que uma ajuda a validar a outra.

“As pessoas dizem: ‘Bem, aqui está algo que a ciência não pode explicar. E, portanto, esse é Deus.’ O problema com isso é que alguém vai desenvolver a ciência para explicar e, onde está Deus? Você tem que encontrar outra lacuna. É o chamado conceito de Deus das lacunas”, frisa Martin.

No entendimento de Jim, a revelação divina não parou com o último livro do Novo Testamento, Apocalipse. Ele acredita que o Senhor permanece falando com os seres humanos por meio da criação e da ciência. “A ciência é uma revelação para nós a respeito da criação de Deus. Isso nos ajuda a entender como Ele fez isso”, ressalta.

Filho de presbiteriano, a fé sempre fez parte da vida de Jim – Foto: The Charlote Observer

É necessário ampliar essa discussão, na visão de Mark, entre grupos com diferentes tipos de pensamentos. “Todos estão em seus próprios grupos e não podem falar com ninguém que tenha um ponto de vista diferente. Existem grupos, e eles estão se comunicando, mas não uns com os outros. Acho que esse é um dos grandes problemas com a polarização da política”, opina.

Com informações The Charlotte Observer e Fox 8

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se