back to top
27.9 C
Vitória
domingo, 23 junho 2024

Quênia: dezenas de pessoas morrem após jejum para “conhecer Jesus”

Foto: Reprodução

O líder da seita, Makenzie Nthenge, foi preso pela polícia com mais seis pessoas; as autoridades ainda realizam buscas por desaparecidos  

Por Patricia Scott 

No Quênia, já chega a 73 o número de mortos em uma seita, de acordo com informação da polícia do país. Todos jejuavam, incentivados pelo líder, com o objetivo de “conhecer Jesus”, conforme aponta a investigação.

Os corpos foram encontrados ao longo dos últimos dias, em Malindi, no leste do país africano. Os mortos eram integrantes da Igreja Internacional das Boas Novas. O fundador da seita, Makenzie Nthenge, foi preso há dez dias. No entanto, os seguidores permanecem escondidos jejuando em uma área de mata, segundo a polícia.

Parte dos corpos estava em uma vala comum em uma floresta. O grupo costuma se reunir na localidade para realizar cultos. No entanto, o chefe das investigações local, Charles Kamau, revelou que a polícia ainda busca por desaparecidos. Uma denúncia levou os investigadores à região.

- Continua após a publicidade -

Nthenge iniciou uma greve de fome enquanto permanece preso, segundo uma fonte policial local. A imprensa queniana informou que seis seguidores de Makenzie Nthenge também foram detidos.

A polícia recebeu informações sobre várias pessoas “mortas de fome com o pretexto de conhecer Jesus depois que um suspeito, Makenzie Nthenge, líder da Igreja Internacional da Boa Nova, fez nelas uma lavagem cerebral”, conforme relatório.

Makenzie Nthenge foi detido e indiciado no mês passado, de acordo com a imprensa local. Isto ocorreu depois que duas crianças da seita morreram de fome. No entanto, ele pagou uma fiança de 100 mil xelins quenianos (cerca de R$ 3,7 mil) e foi liberado.

Com informações G1

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -