Cai índice de dengue em Vitória (ES)

Redução de 0.7 pontos em relação ao último levantamento

A Secretaria Municipal de Saúde de Vitória, ES, por meio do Centro de Vigilância em Saúde Ambiental (CVSA), realiza regularmente ações de controle da população de mosquitos na capital.

O resultado do levantamento rápido de infestação do mosquito Aedes aegypti, feito entre os dias 23 a 27 de julho, na cidade de Vitória, mostrou uma redução de 0.7 pontos percentuais em comparação ao último estudo, que registrou o índice de 2,1%.
Os resultados foram divulgados na ultima sexta (10) pela prefeitura do município capixaba.

O levantamento é realizado quatro vezes ao ano e o resultado é apresentado por relação dos bairros trabalhados. O levantamento revela que o índice de infestação na capital é considerado médio (1,4%).

Clique e confira dados e orientações

Para o diretor do CVSA, Manoel Pimentel Coutinho Junior, esse é o resultado de um esforço de uma mobilização em conjunto entre a sociedade e o poder publico, mas é importante que as pessoas continuem atentas e realizando a vistoria semanal.

“A população não pode descuidar dos locais que tradicionalmente acumulam água, para que possamos romper o ciclo de vida do mosquito e continuar reduzindo ainda mais esse índice”, disse.

Principais criadouros

O levantamento também mostrou que os principais criadouros dos mosquitos encontram-se dentro de residências, em depósitos como vasos/frascos com água, prato, pingadeira, recipiente de degelo de refrigeradores, bebedouros, pequenas fontes ornamentais, tonel, tambor, barril, tina, depósitos de barros (filtros, moringas, potes) cisternas, caixa d’água, capitação de água (poço, cacimba) entre outros.

Por esta razão, o CVSA orienta a população a realizar, ao menos uma vez na semana, o CheckList e evitar que o mosquito se prolifere.

“A orientação é que as pessoas permaneçam realizando vistoria de suas casas e imóveis em geral, pelo menos uma vez por semana, para eliminar depósitos com água parada e, assim, romper o ciclo de vida do mosquito. Além dessas ações, a Prefeitura faz o tratamento dos criadouros naturais dos mosquitos silvestres e comuns, com aplicação de larvicida biológico”, conclui o diretor.

*Com informações da prefeitura municipal de Vitória (ES)


Leia mais

Evangélicos e Católicos juntos em Conferência