25 C
Vitória
sábado, 11 julho, 2020

EUA: protesto após morte de homem negro por policial

Mais lidas

Capixaba Natália Gaudio defende maior longevidade para atletas brasileiras

Após estar na Rio 2016, atleta quer Tóquio e não descarta Paris. Saiba mais!

Casaquistão desmente afirmações chinesas sobre novo vírus mortal

Embaixada chinesa na capital do país advertiu sobre nova doença com "índice de mortalidade superior à Covid-19"

Bolsonaro sanciona lei que suspende pagamento de parcelas do Fies

Os saldos das obrigações suspensas devem ser pagos de forma diluída. Saiba mais!

CNI: confiança dos empresários da indústria melhora pelo 3ª mês seguido em julho

As expectativas com relação aos próximos seis meses já são otimistas", destacou a CNI, no documento.Confira!

A morte de um homem negro nos EUA gerou revolta. Pastor e cantor André Valadão, que mora nos EUA fez um desabafo em sua conta no instagram: “sem cabimento”

Por Redação (AE) e Priscilla Cerqueira 

Protesto pela morte de um homem negro. Centenas de manifestantes tomaram as ruas de Minneapolis, em Minnesota, nos Estados Unidos, pela segunda noite consecutiva nesta quarta-feira, 27, com policiais usando gás lacrimogêneo e disparando balas de borracha contra a multidão.

Imagens na televisão e nas redes sociais revelaram pelo menos uma empresa em chamas e pessoas carregando mercadorias de um negócio que havia sido vandalizado.

Os protestos estão ligados à morte de um homem negro que causou uma onda de indignação depois da divulgação de um vídeo que mostra um policial branco ajoelhado no pescoço dele.

O fato

Nas imagens, o homem identificado como George Floyd, 40 anos, reclama e diz repetidamente: “não consigo respirar”, enquanto o policial que o rendeu continua ajoelhado sobre seu pescoço para imobilizá-lo. Pouco depois, ele parece não se mexer, antes de ser colocado em uma maca e transferido para uma ambulância.

A polícia local disse em comunicado que Floyd morreu “após um incidente médico durante uma interação policial”. A polícia estava respondendo a uma chamada dizendo que um homem tentava usar cartões falsos em uma loja de conveniência.

Um porta-voz da polícia informou que os protestos de quarta-feira não foram tão pacíficos e que uma pessoa na área foi morta a tiros, embora não esteja claro se a morte está diretamente relacionada às manifestações. “Esta noite foi uma noite diferente de protestos”, disse o porta-voz John Elder.

Na manhã desta quinta-feira (28) ainda havia locais em chamas e moradores próximos jogando água na frente de suas casas para impedir o avanço do fogo. Alguns manifestantes se reuniram na casa do policial que deteve George Floyd e na casa do promotor local, segundo o jornal The Star Tribune. Também houve protestos em Memphis e Los Angeles.

No vídeo de 10 minutos filmado por uma testemunha, um policial mantém Floyd no chão, que, a certa altura, diz: “não me mate”. Testemunhas pedem ao policial que retire o joelho do pescoço do homem, observando que ele não estava se mexendo. Alguns dizem que “seu nariz está sangrando”, enquanto outro pede: “saia do pescoço dele”.

Versão policial

A polícia disse que nenhuma arma foi usada durante o episódio e que as imagens das câmeras foram enviadas para o Departamento de Execução Penal de Minnesota, que também iniciou uma investigação

Em declarações à imprensa norte-americana na terça-feira, a chefe da polícia de Minneapolis, Medaria Arradondo, disse que a política de uso da força “para colocar alguém sob controle” será revisada.

O prefeito de Minneapolis, Jacob Frey, disse no Twitter na segunda-feira que “quatro policiais do MPD envolvidos na morte de George Floyd foram demitidos”. Em entrevista coletiva na terça-feira, o prefeito descreveu o incidente como “completa e absolutamente desastroso”.

“Acredito no que vi e o que vi está errado em todos os níveis”, disse Frey. “Ser negro nos EUA não deveria ser uma sentença de morte”, completou.

Veja o vídeo do policial agredindo George Floyd

Lamentável

O episódio gerou revolta até mesmo em brasileiros que moram nos EUA. O pastor e cantor André Valadão, que mora em Orlando, na Flórida se pronunciou sobre o caso. Em sua conta no instagram ele declarou. “O que fizeram ontem com George Floyd é sem cabimento! Inacreditável! Vi o vídeo completo desta cena e chorei, me revoltei”.

Em seu relato, André afirma que a atitude do policial foi de “racismo”. E acrescentou: “Os EUA é de dar nojo em seu nível de racismo. É um país de distâncias raciais vergonhosas, mesmo sendo criado através de imigrantes”.

O pastor continua dizendo que infelizmente já presenciou atitudes parecidas. “Morando aqui por muitas vezes vejo atitudes terríveis com imigrantes, negros, e agora também com orientais, difícil colocar em palavras”, escreveu.

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Amigos e artistas “Juntos pelo sertão” drive-in

Evento, que será realizado no dia 14 de julho, vai reunir artistas e preletores como Aline Barros, Isaías Saad, Gabriel Guedes, Juliano Son, Eli Soares, Hernandes Dias Lopes e outros.

Show drive-in do 3 Palavrinhas esse mês; Saiba mais!

O grupo infantil 3 palavrinhas vai se apresentar na Arena Sessions, no estádio Allianz Parque, em São Paulo dia 19 de julho Atenção criançada! O...

Artistas cristãos na ação social “Eu Soul VC”

Entre os artistas cristãos confirmados estão Casa Worship, Renascer Praise, André e Felipe, Rebeca Carvalho e Leandro Borges

The send Argentina é adiado para 2021

Em comunicado, os organizadores do The Send disseram que a data exata será definida assim que o governo tiver o poder de reativar eventos maciços

Plugue-se

Fórum de Ciências bíblicas 2020: A Bíblia e a Criança

O Fórum de Ciências Bíblicas 2020, que terá temática para as crianças, será realizado nos dias 13 e 14 de agosto

Fé ativa: a base da vida cristã

O discipulado que produz cristãos que levam Deus a sério

Bíblia em áudio com inteligência artificial por aplicativo

Como outros aplicativos de meditação populares, o aplicativo Soultime, quando aberto, reproduz sons da natureza, como vento e canto dos pássaros.

Foi só um susto! Samuel, da dupla Daniel e Samuel se recupera bem

Samuel, que sofreu um infarto nesta segunda-feira, 7, segue internado na UTI de um hospital de Anápolis (GO) para monitoramento médico