Futsalva: Dando um olé no pecado

Foto: NA

Trata-se de uma escolinha de futebol no Rio Grande do Sul, que apresenta ensinamentos bíblicos para adolescentes. É uma forma de testemunhar sobre Deus

Em Porto Alegre (RS), todos os domingos, às nove horas da manhã 15 garotos tem um compromisso bem legal. Eles participam de um projeto chamado “Futsalva”. Uma escolinha de futebol onde as crianças jogam, estudam a Bíblia e aprendem mais sobre Deus.

O projeto foi criado por Rudineli Goulart, um dos membros da igreja Adventista da cidade, que resolveu unir duas coisas que gosta: futebol e a Bíblia. “Eu sempre gostei de futebol, aí resolvi montar a escolinha. Ganhei materiais esportivos e começamos a fazer os treinos. E assim juntei a vontade de evangelizar também”, explica Rudineli que é obreiro bíblico.

O projeto existe há um ano e vem fazendo a diferença na vida dos meninos. O Luiz Fernando da Luz Pereira, 10 anos é um dos participantes. Ele é apaixonado por futebol. O entusiasmo dele é tanto que ele chega antes do horário. “É muito legal. Eu gosto de jogar e estudar”, afirma Luiz.

As partidas de futebol acontecem num campo disponibilizado pela Marinha. O jogo proporciona um vínculo maior entre eles, principalmente com as famílias. Os meninos são acompanhados por Rudineli. Além disso, algumas famílias também participam de estudos bíblicos ministrados pelo próprio Rudineli.

“Por minha conta, uma vez ao mês levo os meninos ao shopping para tomar sorvete, ou para passear. É uma forma de agradá-los, caso eles se comportem, porque na escolinha temos regras de postura, e eles têm obedecido. Tem sido uma bênção”, comemora.

Mas o estudo da Bíblia não fica só na teoria. O líder também incentiva o grupo a praticar o amor por meio de visitas a uma clínica para dependentes químicos. Ali, os garotos jogam futebol junto com os internos.

Frutos do Projeto

Com o projeto, além da mudança na vida dos meninos, eles também manifestam o desejo de batizar. Segundo Rudineli, seis pessoas já batizaram.

O Luiz Fernando tomou uma decisão ao lado de Jesus e foi batizado pelo pastor Luis Gonçalves. A mãe do garoto, Elisângela Bueno da Luz, notou a diferença no comportamento do filho.

“Esse projeto fez bem para ele e para a nossa casa. Antes, ele era bem rebelde, agora tem um comportamento ótimo”, analisa a dona de casa, que comenta que ela e seu esposo também estão estudando a Bíblia e pretendem se batizar em breve.

*Com informações de Notícias Adventistas


Leia mais

Missionários no dia a dia: Qual a melhor estratégia para levar o evangelho nos tempos atuais?
Mulher vence câncer e evangeliza pessoas em Hospitais de Belo Horizonte
Programa evangeliza e resgata Moradores de rua no Rio de Janeiro

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!