23.9 C
Vitória
sábado, 27 novembro 2021

Está proibido uso de linguagem neutra em Rondônia

Lei já tinha sido aprovado pela Assembleia Legislativa do estado e agora foi sancionada pelo governo. Instituições e professores que desobedecerem a nova medida podem sofrer punições

Por Priscilla Cerqueira

O governo de Rondônia sancionou uma lei que proíbe o uso da chamada linguagem neutra nas escolas públicas e particulares do estado. Lei foi publicada no Diário Oficial na última terça, 19.

O texto afirma que “está expressamente proibida a linguagem neutra na grade curricular e no material didático de instituições de ensino públicas ou privadas, assim como em editais de concursos públicos”, diz a lei nº 5.123 . Quem defende o uso de pronomes sem gênero como “menines” ao invés de “menino” ou “menina” é a agenda LGBT.

A linguagem neutra é uma vertente recente e se tornou uma alternativa na comunicação para pessoas que buscam criar uma igualdade linguística entre homens e mulheres, além daqueles que transitam entre os gêneros feminino e masculino ou não se reconhecem em nenhum dos dois.

Sanções

As instituições de ensino e professores que desobedecerem a lei serão passíveis de punições. A determinação tem o objetivo de estabelecer “medidas protetivas ao direito dos estudantes ao aprendizado da Língua Portuguesa de acordo com a norma culta”, informou o governo estadual.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se