20.5 C
Vitória
quinta-feira, 9 dezembro 2021

Resgatando princípios escriturísticos do ministério pastoral

Faz-se necessário resgatar urgentemente princípios bíblicos que regulam o ministério pastoral

Por Priscilla Cerqueira 

Boa parte da igreja contemporânea experimenta um desgaste na sua relação com o pastor. Este problema não é novo e tem se intensificado por causa de características bem peculiares do nosso tempo. O povo de Deus tem sido influenciado pelos conceitos pós-modernos do relativismo, individualismo e egocentrismo, distanciando-se de princípios escriturísticos que devem reger o ministério pastoral.

O pastorado foi instituído por Deus para ajudar a igreja a cumprir seu propósito de louvá-lo através da evangelização e de sua edificação. Por isso é o Senhor, através da sua Palavra, que regula tal ofício.

“Mas hoje alguns irmãos têm preferido experiências e opiniões individuais aos princípios escriturísticos, suscitando grande divergência tanto entre pastores quanto no meio do rebanho a cerca de quais devem ser os objetivos e prioridades do ministro. Essa realidade tem atrapalhado o rebanho de Cristo a cumprir sua missão”, afirma o pastor Jubal Gonçalves no site Servo de Cristo.

Por isso faz-se necessário resgatar urgentemente princípios bíblicos que regulam o ministério pastoral. Para tanto se definirá biblicamente o trabalho do pastor. E depois se analisará como ele deve ser realizado.

Ministério Pastoral

Segundo Jubal, o pastor pode realizar mais do que seu ofício pede desde que não deixe de cumprir o ministério para o qual foi chamado. O ministro deve preparar-se para sempre ter uma palavra de Deus às ovelhas que precisem de orientação, além de despertar os seus dons e treiná-las a exercê-los bem. É preciso ter como alicerce as Escrituras e a oração.

“Ser pastor é mais que profissão é ofício. Este não é um trabalho temporário, pelo menos aos verdadeiros vocacionados, e sim um estilo de vida. O relacionamento do pastor com o Senhor da igreja é essencial porque através disso o pregador será capacitado para ver além da mera e letra porque se prega não apenas com palavras e sim com a vida”, diz.

Exercício do ministério

Não basta se definir o conceito escriturístico de ministério pastoral. É importante se refletir a respeito de algumas de suas implicações, ou como ele deve ser realizado. Pastores também são imperfeitos. Por isso, às vezes, tocam o seu trabalho com motivações errôneas ou sem prazer genuíno, pastoreando “por constrangimento”.

As visitas a necessitados de todo tipo e o preparo de bons sermões devem ser fruto de amor ao rebanho de Cristo e não por medo de ser chamado à atenção pelo conselho da igreja, ou de não aceitação por parte do rebanho. As reivindicações do ministro do evangelho devem ser motivadas pelas Escrituras e não pela tentativa de agradar as pessoas meramente.

Compete à igreja dar aos ministros e àqueles que se preparam para o ministério condições espirituais e materiais para que o próprio rebanho seja servido e o Senhor seja louvado. Por isso, a igreja não deve se limitar a dar aos ministros o mínimo para o seu sustento, mas oferecer ao pastor o melhor que ela puder oferecer.

Deus que instituiu o ministério

Foi Deus quem instituiu o ministério pastoral, tendo em vista o cuidado de sua igreja. Logo é ele quem chama, capacita e diz ao ministro, através das Escrituras, o ele que deve fazer. O exercício desse ministério deve ser exercido com a motivação correta.

É nisso que consiste adorar o Senhor “em espírito” (Jo 4.24). Em 1 Pedro 5.1-4, texto brevemente analisado, o cuidado do apóstolo é conduzir os pastores da igreja perseguida do primeiro século a servir o Senhor de corpo e alma.

Enfim, os preceitos bíblicos a respeito do trabalho pastoral devem ser observados. O pastor deve ser servo da Palavra, servo do Senhor da igreja, entendendo a natureza do chamado para o ministério com seus privilégios e responsabilidades. Dessa maneira pastores e igrejas cumprirão com seu propósito crescendo no conhecimento de toda a verdade e fazendo diferença neste mundo vil.

Com informações de Servo de Cristo

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se