24.1 C
Vitória
sábado, 15 maio 2021

Primeiro-ministro da Austrália: “chamado para a obra de Deus”

Primeiro evangélico a ocupar o cargo de primeiro-ministro na Austrália, Scott Morrison afirma que o cargo designado por Deus

Durante participação em uma Conferência das Igrejas Cristãs Australianas (Australian Christian Churches), vinculada a Assembleia de Deus, na Austrália, o primeiro-ministro do país, Scott Morrison, declarou que foi chamado para fazer a “obra de Deus” no governo.

Na ocasião ele pediu que as pessoas dessem cobertura de oração a ele em seu mandato para governar a nação. Scott é o primeiro evangélico a ocupar o cargo de primeiro-ministro na Austrália. Desde que se tornou uma figura nacionalmente conhecida, o político fala abertamente sobre sua fé cristã.

Scott e a esposa são gratos pelas orações e apoio enviados pelos cristãos de todo o país. “Estive em centros de evacuação onde as pessoas pensaram que eu estava apenas dando um abraço em alguém e orando, e colocando minhas mãos sobre as pessoas… impondo as mãos sobre elas e orando em várias situações”, afirmou.

Eles também se sentem cumprindo um chamado de Deus. “Faz um bom tempo, e creio que Deus tem nos usado nesses momentos. Vamos continuar fazendo isso enquanto essa temporada for. É assim que vemos. Somos chamados, todos nós, por um tempo e por um período e Deus quer que o usemos com sabedoria e a cada dia que eu me levanto e sigo em frente, há apenas uma coisinha que está na minha cabeça e que é ‘para tal um tempo como este’”, disse Morrison.

Eleições

No evento ele falou sobre a campanha eleitoral de 2019, onde foi vitorioso. Revelou que quando se tornou primeiro-ministro, foi aconselhado por seu pastor a “usar o que Deus colocou em suas mãos, para fazer o que Deus colocou em seu coração”.

Ao vencer as eleições, definiu sua chegada ao principal cargo da Austrália como “milagrosa” e pediu orações aos irmãos na fé para que Deus orientasse os governantes estaduais e territoriais durante a pandemia de Covid-19.

Testemunho

Scott deu um testemunho sobre um momento difícil durante a última quinzena da campanha eleitoral. “Devo admitir que estava dizendo a mim mesmo: ‘Sabe, Senhor, onde está você, onde está? Eu gostaria de um lembrete, se estiver tudo bem’”, disse ele.

“E bem na minha frente estava a maior foto de uma águia voando que eu poderia imaginar e, claro, o versículo me atingiu. A mensagem que recebi naquele dia foi: ‘Scott, você tem que correr para não se cansar, você tem que andar para não desmaiar, você tem que abrir suas asas como uma águia para voar como uma águia’”, relatou.

*Com informações de The Guardian

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se