23 C
Vitória
sexta-feira, 10 julho, 2020

Preto no Branco se apresenta no Carnaval de Salvador

Mais lidas

São Paulo centraliza rastreamento de casos de coronavírus

Nova estratégia de monitoramento teve início na segunda-feira

Sancionada lei que prioriza testes para profissionais essenciais

Esses trabalhadores deverão ser tratados e orientados. Saiba mais!

CNI: acordo traz segurança a comércio exterior de produtos brasileiros

CNI comemorou ratificação do Protocolo de Nagoia. Saiba mais!

Sebrae: cresce interesse por cursos a distância para empreender

Inscrições este ano, até o momento, chegam a 1,5 milhão de pessoas. Saiba mais!

A presença da banda na folia causou polêmica no meio evangélico

Um encontro inédito ocorreu na última segunda-feira (04), durante o Carnaval de Salvador. A banda gospel Preto no Branco subiu no trio elétrico, durante apresentação da cantora Cláudia Leite, gerando muita polêmica e opiniões controversas no meio evangélico.

Para o grupo, a experiência de cantar no carnaval foi maravilhosa. “Fomos convidados para estar ali. Foi lindo ver a emoção nos olhos das pessoas naquele curto espaço de tempo”, declarou o vocalista Clóvis Pinho à Comunhão. “Já fomos tão assediados nesse universo no passado, e voltamos de forma diferente, levando a mensagem que a gente acredita, a mensagem do Evangelho”, completou.

O encontro foi promovido pela Universal Music, gravadora do grupo. “A música tem um grande poder de influenciar, de romper barreiras e atingir corações, levando a mensagem contida nela. E o Preto no Branco é uma banda que tem essa característica, tem o compromisso de quebrar paradigmas para levar a mensagem cristã além das quatro paredes”, declarou Renata Cenízio, gerente Artística da gravadora.

O grupo apresentou duas canções de sucesso de seu repertório, “Se organize”, último lançamento do Preto no Branco e “Ninguém explica Deus”. “A Claudinha estava muito emocionada, pois não acreditava que nós estávamos ali. Antes de subir no trio, fizemos uma oração, falada pela própria cantora, que se entregou. Foi muito emocionante”, contou o vocalista.

Surpresa

Clóvis contou que a presença do Preto no Branco no palco do carnaval de Salvador surpreendeu os próprios integrantes do grupo.

“A gente vem de igreja e está acostumado a cortar a multidão com a Bíblia na mão, recebendo provocações das pessoas que estão ali na folia e que nos vêem passando para ir para igreja em pleno domingo de carnaval. Mas, não podemos dar a mesma resposta. A gente tem amor para dar. A receptividade das pessoas foi maravilhosa e surpreendente. Ver milhares de pessoas declararem a verdade, que ninguém explica Deus, foi lindo”, contou.

O cantor afirmou que a proposta do grupo na folia foi replicar a mensagem do Evangelho para as multidões. E que, segundo ele, o PBN está consciente que cumpriu esse papel.

“Muitas pessoas não acreditam que a gente possa ter ido para levar o recado de Deus. Muita gente pensa que é promoção de gravadora, ou que é tudo questão de negócios… mas se tratando de nós, baianos, que nascemos em meio a todo esse furdunço e já dissemos ‘não’ para isso, isso não nos pega mais. Doa a quem doer, é o que a gente acredita e vai levar para o resto da vida: pregar a mensagem do Evangelho aonde quer que seja: nas cadeias, nos hospitais, nos orfanatos e, até no carnaval do Brasil”.

Polêmica

A apresentação do grupo no carnaval gerou polêmica. Alguns líderes religiosos se pronunciaram alegando não concordar com a atitude da banda.

“Não quero julgar a banda Preto no Branco, até porque, com base no que Paulo anuncia aos Filipenses (1:18), sou favorável que usemos toda e qualquer metodologia para que o nome de Cristo seja anunciado. Porém, não podemos esquecer que precisamos ser ‘irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração pervertida e corrupta’ (Fp. 2:15). A única coisa que o diabo não tem é ‘preconceito’ contra cristão que se une ao inferno para ter fama e dinheiro. O fato de Claudinha recebê-los com tanto ‘amor’, nada mais é do que laço de morte, é laço do passarinheiro. Tem coisas que Deus explica”, declarou o pastor José Ernesto S. Conti.

O pastor Karl Dietz, criador da Igreja no Cinema, de Curitiba (PR), também manifestou sua opinião sobre o assunto. “Se eles foram lá com a “intenção” de evangelizar, perderam tempo. Se foram na intenção de ser artistas, ganharam experiência. A única coisa que me faria entender que eles estavam no lugar certo, na hora certa, fazendo a coisa certa, é se o Espírito Santo tivesse conduzido eles nesta direção. Fora isso, acho mesmo que é carnaval”, disse.


Leia mais

“Lágrimas no olhar” com Preto no Branco
Confira o clipe de “Se Organize”

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Show drive-in do 3 Palavrinhas esse mês; Saiba mais!

O grupo infantil 3 palavrinhas vai se apresentar na Arena Sessions, no estádio Allianz Parque, em São Paulo dia 19 de julho Atenção criançada! O...

Artistas cristãos na ação social “Eu Soul VC”

Entre os artistas cristãos confirmados estão Casa Worship, Renascer Praise, André e Felipe, Rebeca Carvalho e Leandro Borges

The send Argentina é adiado para 2021

Em comunicado, os organizadores do The Send disseram que a data exata será definida assim que o governo tiver o poder de reativar eventos maciços

Em agosto, 16º Fórum de Ciências Bíblicas

Com o tema “A Bíblia para as novas gerações”, evento será realizado nos dias 13 e 14 de agosto, no Centro de Eventos de...

Plugue-se

Bíblia em áudio com inteligência artificial por aplicativo

Como outros aplicativos de meditação populares, o aplicativo Soultime, quando aberto, reproduz sons da natureza, como vento e canto dos pássaros.

Foi só um susto! Samuel, da dupla Daniel e Samuel se recupera bem

Samuel, que sofreu um infarto nesta segunda-feira, 7, segue internado na UTI de um hospital de Anápolis (GO) para monitoramento médico

“Cristo em você”: Como a mudança de Deus vive através de milagres

 Filme até destaca como Deus trabalha nas nações europeias seculares.

Ator TC Stallings relata como conheceu Jesus em documentário

O filme vem após TC Stallings perder sua mãe e avó neste ano. Ele dedicou o documentário à sua mãe que morreu em 15...