27.5 C
Vitória
terça-feira, 26 janeiro 2021

Maior preocupação da área econômica hoje é a votação da LDO, diz Mourão

“Sem o Congresso se reunir para debater dois temas complicados como é a reforma tributária e a reforma administrativa”, disse Mourão

Por Emilly Behnke (AE)

Com o orçamento de 2021 e as reformas ainda travados no Congresso, o vice-presidente Hamilton Mourão afirmou nesta terça, 24, que a “maior preocupação” da área econômica do governo é a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) ainda este ano. Segundo ele, a equipe econômica aposta no avanço das reformas e espera a aprovação da LDO para permitir um orçamento mínimo para o ano que vem.

“Hoje eu acho que a maior preocupação da área econômica do governo é a questão da votação da LDO, a Lei de Diretrizes Orçamentárias; (é votar) pelo menos a LDO para que a partir de janeiro o governo não fique parado, senão não pode gastar nada”, disse Mourão na chega à Vice-Presidência nesta terça-feira.

A LDO define as regras para os gastos federais. Caso não seja votada até o fim do ano, o governo entra em um cenário de “shutdown” e pode ficar sem autorização para pagar despesas essenciais, como salários e aposentadorias, no início de 2021. Além disso, se não for apreciada até 22 de dezembro, não haverá recesso legislativo. “Se votar a LDO pelo menos um doze avos (do orçamento) pode ser gasto (pelo governo)”, acrescentou Mourão.

O orçamento segue travado no parlamento diante do impasse quanto à Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso, que ainda não foi instalada. A presidência do colegiado é disputada pelo deputado Elmar Nascimento (DEM-BA), aliado do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e pela deputada Flávia Arruda (PL-DF), do grupo de Arthur Lira (PL-AL).

A disputa tem como pano de fundo a sucessão da presidência da Câmara, já que o controle da CMO pode garantir mais votos na eleição. Como o Broadcast Político (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) mostrou, por conta do impasse, o Congresso deve levar a votação da LDO diretamente ao plenário, sem passar antes pela CMO. Uma vez aprovada, o governo teria uma autorização mínima para executar os gastos a partir de janeiro. A Lei Orçamentária Anual (LOA) ficaria para o próximo ano.

Também ficam para o ano que vem as reformas estruturantes prometidas pelo governo, segundo Mourão. Para o vice-presidente, as reformas tributária e administrativa são temas “complicados” que foram afetados pelos trabalhos remotos do Congresso, impedido de se reunir presencialmente por conta da pandemia da covid-19.

“Sem o Congresso se reunir para debater dois temas complicados como é a reforma tributária e a reforma administrativa não é simples (o avanço da pauta econômica)”, disse. “A visão da área econômica do governo e a própria declaração do ministro Paulo Guedes ontem, se não me engano, deixa claro que a gente considera que 2021 é o ano para ter que avançar essas reformas”, afirmou Mourão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Mourão: Modelo democrático dos EUA é ‘farol para mundo ocidental’

Para vice-presidente brasileiro, relações não mudam com novo governo do democrata. Saiba mais!

Pauta deve ser conduzida pelo Executivo, diz Mourão

O vice-presidente afirmou que o ministro Paulo Guedes, da Economia, junto ao presidente Jair Bolsonaro são os quem traçam as prioridades

Mourão se recupera da covid-19 e deve retomar atividades

a Vice-Presidência informou que o tratamento de Mourão incluiu os medicamentos hidroxicloroquina, Annita, azitromicina

Estado geral de saúde de Mourão ‘é bom’, informa assessoria

Em maio, após ter contato com um servidor infectado pelo novo coronavírus, ele ficou recolhido até realizar o teste

Mourão: teremos em breve vacina distribuída em todo Brasil

O Supremo Tribunal Federal (STF), porém, deu poder para Estados e municípios decidirem sobre a obrigatoriedade da imunização. Saiba mais!

‘Vacina ser obrigatória é algo que já estava decidido’, diz Mourão

Na quinta-feira, 17, a maior parte dos ministros do Supremo foi a favor da vacinação obrigatória, sem que isso signifique uma imunização à força

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Encontro para a Consciência Cristã em fevereiro; Saiba mais!

Pela primeira vez em mais de duas décadas, o tradicional encontro para a Consciência Cristã será realizado online.

The Send online será neste sábado, 9

Um dos maiores eventos de louvor, adoração evangelismo no mundo, o The send, costuma reunir milhares de pessoas. Saiba mais!

Passion Conference no último dia do ano; Saiba mais!

O cantor Fernandinho é o único artista brasileiro a participar da Passion Conference. Saiba mais!

Aulas criativas e transformadoras sobre a Bíblia

Para quem ensina a Bíblia, mas tem dificuldade no preparo das aulas, um workshop gratuito será apresentado pelo pastor Lécio Dornas, em janeiro. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

Glorify, o app para meditações e devocional diário

Criado em 2019 na Inglaterra, o app Glorify acaba de chegar ao Brasil na versão em português. Trata-se de um app voltado para reflexões, meditações guiadas, orações e passagens bíblicas.

Fé na caminhada cristã! Fernandinho batiza os filhos

Ao lado do pastor Rodrigo Oliver, Fernandinho batizou seus filhos neste domingo, 17 e escreveu no instagram: "Um dos melhores dias das nossas vidas", escreveu o artista.

Vietnã ganha a primeira Biblioteca pública cristã

Vietnã ocupa a 19 colocação na Lista Mundial da Perseguição de 2021, da Portas Abertas. Saiba mais!

“A Deus seja a glória”, Nani Azevedo sai do hospital

Internado há vários dias por complicações de covid-19, o cantor Nani Azevedo recebeu alta hospitalar nesta sexta-feira, 15.