20.6 C
Vitória
quinta-feira, 4 junho, 2020

Portas Abertas: 42 anos ajudando cristãos perseguidos no mundo

- Continua após a publicidade -

Mais lidas

Comissão Europeia avança para disponibilizar € 11,5 bi para recuperação da crise

A Comissão Europeia aprovou nesta quarta-feira, 3, modificações em seu orçamento para 2020 para disponibilizar 11,5 bilhões de euros para a recuperação econômica já em 2020.

Vacina contra covid-19 desenvolvida em Oxford será testada no Brasil

A vacina contra a covid-19 que está sendo desenvolvida na Universidade de Oxford, no Reino Unido, será testada também no Brasil, conforme publicação no Diário Oficial da União.

CPI identifica 2 milhões de anúncios do governo em sites de ‘conteúdo inadequado’

Relatório produzido pela CPI das Fake News mostra que o governo federal investiu dinheiro público para vincular 2 milhões de anúncios publicitários em canais que apresentam "conteúdo inadequado".

Bolsonaro formaliza general Eduardo Pazuello como ministro interino da Saúde

O presidente Jair Bolsonaro formalizou no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (3) o nome do general Eduardo Pazuello para exercer, interinamente, o cargo de ministro de Estado da Saúde.

A organização possui no Brasil, atualmente: 40 colaboradores, 590 voluntários e quase 35 mil parceiros na causa da Igreja Perseguida.

No último dia 1º de maio foi celebrado o dia do aniversário da Portas Abertas no Brasil, que completou esse ano 42 anos. A história da instituição começou em 1955, quando o jovem holandês Anne van der Bijl, o Irmão André, como é chamado pela comunidade, obedeceu ao chamado de Deus e começou a visitar e distribuir Bíblias e literatura cristã em países da Europa Oriental.

Muitos dos relatos dessas viagens pelo território comunista foram contados no livro “O Contrabandista de Deus”. Logo, a ousadia do cristão que saía pelo mundo com o fusca abarrotado de Bíblias chegou até o Brasil e impactou muitas vidas. Uma delas foi Elmira Pasquini, no início dos anos 70.

Em 1972, ela encontrou com o autor do livro em um congresso na Áustria. Lá fez o primeiro convite para que o Irmão André visitasse o Brasil e contasse tudo o que Deus estava fazendo por meio do ministério da Open Doors. Cinco anos depois, a cristã recebeu a notícia de que as orações dela foram ouvidas e o contrabandista de Bíblias pisaria em solo brasileiro.

Na primeira reunião no Rio de Janeiro, apenas 100 pessoas foram até o estádio do Maracanã para ouvir notícias sobre a Igreja Perseguida no mundo. Porém, o melhor de Deus aconteceria no segundo encontro, quando mais de mil pessoas intercederiam pelos cristãos perseguidos durante um culto na Igreja Batista da Liberdade em São Paulo.

Enquanto o Irmão André mobilizava os cristãos brasileiros para orar e contribuir com a Igreja Perseguida, muitas ofertas espontâneas foram levantadas e o destino para elas foi a abertura de um escritório da organização no Brasil. Então, em 1º de maio de 1978, aconteceu a reunião de organização da Portas Abertas no país e a criação da primeira diretoria nacional.

Visão e parcerias

A visão que Deus deu ao Irmão André – “Esteja atento! Fortaleça o que resta e que estava para morrer” (Ap 3.2) – direciona o trabalho da Portas Abertas também no Brasil. Hoje, o escritório em São Paulo conta com os dons e talentos de mais de 40 colaboradores e prestadores de serviços. São 590 voluntários em todo território nacional e quase 35 mil parceiros ativos em oração e contribuição em projetos de encorajamento aos cristãos perseguidos.

O secretário-geral da Portas Abertas no Brasil, Marco Cruz, reconhece a importância de cada parceiro no trabalho de fortalecimento da Igreja Perseguida.

“Vocês têm feito o possível para que Bíblias cheguem onde não é permitido, que pastores sejam treinados para responder à perseguição biblicamente, que viúvas e órfãos sejam sustentados e muito mais. Obrigado por tudo isso”, agradece.

Sobre Portas Abertas

Portas Abertas é uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus. O propósito da Portas Abertas é fortalecer a parte do corpo de Cristo que enfrenta perseguição por causa de sua fé em Jesus, para que, permanecendo firme, seja o sal da terra e a luz de Cristo onde estiver.

A visão da organização é um mundo em que todos experimentem o amor de Jesus e no qual cada cristão perseguido seja lembrado e apoiado por outros cristãos.

“A Portas Abertas é grata a todos os brasileiros que contribuem para que o nosso compromisso de apoio aos irmãos e irmãs perseguidos ao redor do mundo continue e convida a todos para orar por nosso ministério no Brasil”, diz a nota em seu site.

Confira o vídeo institucional

- Continua após a publicidade -

Revista Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Encontro Sepal em nova data

A data do encontro Sepal, que aconteceria em maio foi alterada para setembro. Medida foi tomada de acordo com as práticas para o enfrentamento da propagação do coronavírus

Vila Mix em Casa Gospel com grandes nomes

Grandes nomes do meio evangélico do Brasil como André Valadão e Deive Leonardo vão participar do VillaMix em Casa Gospel. Evento será transmitido pelo youtube. Saiba mais!

“Carreata da solidariedade”, Marcha para Jesus em SP

Realizada pela organização da Marcha para Jesus, a ação foi batizada de “Carreata da Solidariedade” e será realizada no dia 13 de Junho

Diante do Trono anuncia congresso online

Diante da pandemia do coronavírus, a banda anunciou o "Congresso Mulheres e Moças" online

Receber notícias

Gostaria de receber notícias em primeira mão? Assine gratuitamente agora:

Plugue-se

Lições da Escola Bíblica em libras

Conteúdo está disponível no canal da CPAD no Youtube. Todos os vídeos com as aulas estão em libras

Luiz Gwyer lança single “Ânimo”

Canção integra um repertório produzido por Luiz Gwyer em 2013 O cantor e compositor Luiz Gwyer acaba de lançar o single “Ânimo” em todas as...

Não ao racismo! O silêncio da indústria da música

No Brasil, a maior gravadora do país, a Sony Music, aderiu ao movimento anti racista

“Amazing Grace” cantado por pessoas de 50 países

Clipe foi gravado em lugares simbólicos e em idioma próprio de cada país participante