18.3 C
Vitória
sexta-feira, 12 agosto 2022

PF faz operação para investigar ameaças a ministros do STF

Foto: Arquivo/Agência Brasil

O alvo da operação foi um morador da cidade de Paranatinga (MT) identificado no Twitter como Ezequiel Souza Lopes

Por Rafael Moraes Moura (AE)

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (22) a Operação Shield, que mira em ameaças feitas a integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF) e seus familiares. A operação, autorizada pela Justiça Federal de Mato Grosso, é um desdobramento do inquérito das fake news, que tramita no STF.

Nesta terça-feira, foram cumpridos dois mandados judiciais: um de busca e apreensão e outro de proibição de qualquer aproximação a ministro do STF e seus familiares. O alvo da operação foi um morador da cidade de Paranatinga (MT) identificado no Twitter como Ezequiel Souza Lopes, que teve a rede social bloqueada.

Em 21 de novembro, Ezequiel escreveu no Twitter: “Você Alexandre de Moraes e a sua família vai (sic) ser executada, e não tem mais volta você, você pediu isso então toma tiro”. Ex-ministro da Justiça do governo Michel Temer e ex-secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Moraes está acostumado a receber ameaças. Na semana passada, o ministro prorrogou por mais 90 dias as investigações do inquérito das fake news.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se