23.3 C
Vitória
domingo, 14 abril 2024

Petrobras: distribuição de R$ 24 bilhões em dividendos

Petrobras anuncia distribuição de R$ 24 bilhões em dividendos - Foto: © Agência Petrobras/Geraldo Falcão
Petrobras anuncia distribuição de R$ 24 bilhões em dividendos - Foto: © Agência Petrobras/Geraldo Falcão

A Petrobras também divulgou o relatório com resultado financeiro do primeiro trimestre de 2023, com lucro líquido de R$ 38,156 bilhões

O Conselho de Administração da Petrobras aprovou nesta quinta-feira (11), no Rio de Janeiro, o pagamento de dividendos e juros sobre capital próprio aos acionistas no valor de R$ 1,89 por ação ordinária e preferencial. Assim, cerca de R$ 24 bilhões serão distribuídos a investidores.

A remuneração será paga em duas parcelas iguais nos dias 18 de agosto e 20 de setembro. De acordo com comunicado ao mercado disponível no portal da Petrobras, o valor aprovado é compatível com sua sustentabilidade financeira.

Remuneração

“O montante está alinhado à Política de Remuneração aos Acionistas vigente, que prevê que, em caso de endividamento bruto inferior a US$ 65 bilhões, a Petrobras deverá distribuir aos seus acionistas 60% da diferença entre o fluxo de caixa operacional e as aquisições de ativos imobilizados e intangíveis (investimentos)”, explica o texto.

Também foi aprovada na mesma reunião uma determinação para que a diretoria executiva da estatal elabore uma proposta de ajuste do Planejamento Estratégico e de Aperfeiçoamento da Política de Remuneração aos Acionistas da Petrobras, que inclua a possibilidade de recompra de ações. O Conselho de Administração quer deliberar sobre essas questões até o fim de julho.

- Continua após a publicidade -

Lucro

A Petrobras também divulgou o relatório com resultado financeiro do primeiro trimestre de 2023. Ela obteve lucro líquido de R$ 38,156 bilhões, o que representa uma queda de 14,4% na comparação com o primeiro trimestre de 2022. De acordo com a estatal, o resultado foi influenciado pela desvalorização do barril de petróleo do tipo Brent, referência para transações no mercado internacional. Também são citados outros fatores como a maior despesa com imposto de renda.

O relatório registra ainda o valor de R$ 72,5 bilhões de Ebitda, que é o lucro operacional excluindo-se os juros, impostos, depreciação e amortização.

Trata-se de uma queda de 6,7% na comparação com o mesmo período do ano passado e de 0,8% em relação ao trimestre anterior. De acordo com o relatório, o Ebitda está “praticamente em linha com o observado no quarto trimestre de 2022, apesar da desvalorização de 8% do Brent, o que é explicado principalmente por menores despesas exploratórias e contingências judiciais”.

Com informações Agência Brasil

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -