23.8 C
Vitória
segunda-feira, 6 dezembro 2021

Pesquisa revela aumento de frequência nas igrejas com programação online

Estudo, realizado nos EUA, aponta que líderes manterão  transmissão virtual dos cultos mesmo após a pandemia da Covid-19

Por Patricia Scott 

Pesquisa realizada pela Sociedade Bíblica Americana e pela Ecclesiastical Insurance aponta que em muitas igrejas houve aumento na frequência depois da implementação de programação online durante a pandemia da Covid-19. O levantamento, realizado com mil líderes e divulgado em junho, destaca que 43% das igrejas americanas constataram elevação significativa na participação dos membros a partir da utilização das plataformas digitais. Em torno de 62% dos líderes revelaram que continuarão transmitindo os cultos virtualmente, mesmo após o término de todas as restrições geradas pelo momento pandêmico.

Na visão de Michael Angell, diretor de operações de igrejas da Ecclesiastical, as igrejas são muito importantes para milhares de pessoas. “Manter esse senso de comunidade e união tem sido uma tábua de salvação durante a pandemia. Com as restrições que impedem as reuniões físicas, e muitos experimentando isolamento, esses novos meios de manter contato com as congregações têm se mostrado extremamente populares”.

A partir de março de 2020, quando iniciou a pandemia, a maioria das congregações entrevistadas passou a usar os canais digitais para manter o contato com os membros. Aproximadamente 93% utilizou o zoom para realizar cultos públicos e reuniões, 60% usaram o Facebook e 5% o YouTube. Apenas 1% fez uso do Microsoft Teams.

O estudo verificou um salto tecnológico para muitos líderes, já que 57% disseram que precisaram de ajuda para adotar o digital e 73% possuíam voluntários para ativar a programação online.  “No auge da pandemia, recebíamos mais de uma centena de visitas à nossa página do Facebook por dia, dez vezes mais do que antes. Recebemos pessoas de todo o país e até mesmo de lugares distantes como o Arizona”, disse  o Reverendo Paul Seabrock, líder da Igreja de St. Edmund’s, nos Estados Unidos.

“Usando a mídia social, temos sido capazes de alcançar muito mais pessoas do que nunca pela porta real da igreja a cada semana, então é definitivamente algo que queremos continuar a oferecer”, ressaltou o Reverendo Paul. .Apesar dos desafios e as constantes mudanças desde o ano passado, ele tem esperança quanto ao futuro. “Certamente há mais esperança agora do que nesta época do ano passado. Esperamos que o Senhor nos guie deste momento difícil para a liberdade e um novo começo”.

Com informações The Christian Today 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se