24.4 C
Vitória
terça-feira, 9 agosto 2022

Pesquisa indica que Lula e Bolsonaro empatam em votos de evangélicos

Foto: Reprodução

Quando os nomes dos candidatos são apresentados ao eleitor, o petista aparece com 34%, enquanto o atual chefe do Executivo tem 33%

Por Patricia Scott 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL) estão tecnicamente empatados em intenções de votos entre os evangélicos, o que significa que o segmento está dividido. É o que indica a pesquisa do Ipec (Inteligência em Pesquisa e Consultoria) divulgada nesta semana. No principal cenário analisado à corrida presidencial, quando os nomes dos candidatos são apresentados ao eleitor, o petista aparece com 34%, enquanto o atual chefe do Executivo tem 33%.

A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Por isso, os dois empatam tecnicamente nos votos deste público. No outro cenário, de pesquisa espontânea, Lula fica com 26% e Bolsonaro com 31%.

Jair Bolsonaro foi eleito, em 2018, levando muitos votos dos evangélicos. Ele permanece com amplo apoio entre as lideranças evangélicas. No entanto, a pesquisa sugere que perdeu fôlego no grupo amplo desse segmento religioso.

Entre os católicos, o ex-presidente também sai à frente com 56% das intenções de voto, ante 16% de Bolsonaro. Na categoria que engloba outras religiões, o petista tem 51% e Bolsonaro 16%.

O chefe do Executivo cumpriu uma promessa de 2019 ao indicar um nome “terrivelmente evangélico” ao Supremo Tribunal Federal (STF), o ex-ministro André Mendonça. Agora, os apoiadores do presidente desejam emplacar um evangélico como vice na chapa de Bolsonaro para a reeleição, no próximo ano.

Já o ex-presidente Lula, há duas semanas, busca dialogar com os evangélicos, visando justamente aproximação. Ele propôs a criação de “um momento evangélico” na TV e na rádio do partido durante um encontro virtual. Lula afirmou também que o PT “não pode acreditar na história de que os evangélicos e as evangélicas são como se fossem um gado”.

Cenário amplo
O eleitor, ao receber uma lista de presidenciáveis, teve que responder: “Se os candidatos fossem esses, em quem você votaria para Presidente da República se a eleição fosse hoje?”. O levantamento do Ipec foi feito de 9 a 13 de dezembro. Foram ouvidas 2.002 pessoas em 144 municípios.

Diante desta indagação, a pesquisa do Ipec mostra que o ex-presidente Lula tem 48% das intenções de voto para a Presidência da República em 2022. Em segundo lugar, surge o atual presidente Jair Bolsonaro, com 21% dos votos.

O ex-juiz Sergio Moro (Podemos) aparece em terceiro lugar. Ele é apontado como a escolha de 6% dos eleitores. A seguir está Ciro Gomes (PDT), com 5%, e João Doria (PSDB), com 2%. Os votos brancos ou nulos somam 9% e, aqueles que dizem não saber a resposta ou não quiseram responder, chegam a 5%.

 

 

 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se