20 C
Vitória
sexta-feira, 23 abril 2021

Brasil está lendo menos, mas a Bíblia ainda é o livro preferido

Apesar dos leitores brasileiros estarem lendo menos, pesquisa “Retratos da leitura” apontou que a Bíblia continua sendo o livro preferido dos brasileiros

Dados da pesquisa “Retratos da Leitura”, divulgados recentemente no país, apontou que os brasileiros têm se dedicado cada vez menos à leitura. Porém, a Bíblia continua sendo o livro mais apreciado entre os brasileiros.

Segundo a pesquisa, a Bíblia continua sendo o livro mais lido do país. Pelo menos 35% dos leitores tem no livro sagrado sua leitura principal. Mas na pesquisa anterior, realizada em 2015, esse número era de 42%.

Depois da Bíblia, os brasileiros tem preferência por leitura de contos (22%), livros religiosos (22%), romance (22%) e livros didáticos (16%) – o total ultrapassa 100% porque um mesmo entrevistado pode ler mais de um gênero de livro. Em média, o brasileiro que se dedica à literatura consome cinco livros por ano, mesclando diferentes gêneros.

A pesquisa foi realizada pelo Instituto Pró-Livro, em parceira com o Itaú Cultural. Foram ouvidas 8.076 pessoas, em 208 municípios de 26 estados, entre os meses de outubro de 2019 e janeiro de 2020.

Poucos leitores

De acordo com a análise, 4,6 milhões de leitores no Brasil deixaram de praticar a leitura literária entre a pesquisa de 2015 e a de 2019. No ano passado, 52% da população tinha o hábito de ler, mas quatro anos antes, a leitura era praticada por 56% dos brasileiros.

Na análise da socióloga Zoara Failla, coordenadora da pesquisa, parte da diminuição da leitura no país pode ser atribuída ao fato de pessoas de classes e escolaridades mais altas estarem substituindo os livros pela internet.

“Esse grupo com Ensino Superior e de maior renda era o principal leitor nas edições anteriores da pesquisa. Hoje, ele é o principal consumidor de mensagens e redes sociais. Esse despertar da internet está roubando o tempo do livro”, comentou.

Por que a Bíblia é tão marcante para o leitor?

Apesar da população no Brasil ler pouco, a pesquisa mostra que a Bíblia é marcante para os leitores brasileiros. O que traz uma reflexão. Do ponto de vista literário, o livro sagrado é um conjunto de diferentes tipos de literatura. Grande parte dela é de conteúdo histórico. Mas também há poesia, registros estatísticos, biográficos, entre outros.

Porém, segundo Erní Seibert, diretor executivo da Sociedade Bíblica do Brasil, o que chama atenção mesmo é o diálogo que ela traz com o leitor.

“A Bíblia mexe com quem lê. Não é um diálogo fácil, mas que toca nos grandes valores existenciais: quem sou, donde vim, para onde vou. Para muitos este diálogo é extremamente agradável. Mas há também os que o detestam. A Bíblia tem amigos e inimigos. Os que gostam, em geral, passam a reconhecê-la como a palavra de Deus. Muitos dos que não gostam, acham que é pura enganação”, argumentou.

Veja a pesquisa

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se