Perto do Fundo do Poço

Nos últimos meses, a imprensa brasileira tem um prazer especial em mostrar as derrotas do governo Bolsonaro

* Por Pr. José Ernesto Conti

Derrotas na Câmara, tirando o tal Coaf de um lado e mandando para outro, tirando a Funai da Damares… Derrotas no Senado, derrotas no STF, que aprovou que as Assembleias Estaduais soltem corruptos; que o indulto do Temer, para soltar TODOS os bandidos, é válido… É angustiante perceber que a imprensa chega a vibrar com essas medidas absurdas, que seriam condenadas em qualquer sociedade séria, só para ridicularizar o governo atual.

Quanto cinismo! Quanta falta de imparcialidade! Quanta falta de seriedade! Será que a imprensa não percebe que esses homens e mulheres, além de legislar em causa própria, ignoram totalmente seu dever moral e social de pelo menos agir com um pouco mais de lisura? Pedir isso a esses homens é muito? A continuar nesse ritmo, aonde a moral e a ética chegarão nesse país? Quem perde é o Brasil, quem perde é o povo, não o governo!

Todos sabemos como foi o reinado de Acabe e Jezabel. Mas seu filho, Rei Jorão, ao se encontrar com Jeú, filho de Josafá, faz uma pergunta desconcertante: “Há paz, Jeú?”. No que ele responde: “Como pode haver paz, enquanto perduram as prostituições da tua mãe Jezabel e as suas muitas feitiçarias?” (2 Re 9:22). Eu acrescento, pode haver paz em nosso Brasil enquanto florescem tantas imoralidades? Enquanto não se eliminam do nosso meio homens sem o menor respeito e dignidade? E eu achei que esse poço tinha fundo!


Leia mais

Sodoma 2.0
Prostituição Chique!