23.4 C
Vitória
sábado, 4 julho, 2020

“Sepâh”: A perseguição religiosa no Irã

Mais lidas

Flexibilização do isolamento pode ter levado 1,1 milhão de volta ao trabalho

Segundo a Pnad Covid, pesquisa divulgada pelo IBGE, de 7 a 13 de junho, a taxa de desemprego no País estava em 12,4%, ante 11,8% na semana anterior

ES: Igreja celebra aniversário com carreata, culto drive-in

Aniversário de 29 anos da Primeira Igreja Batista da Praia da Costa, em Vila Velha (ES) foi diferente. Além de uma live com o grupo Kemuel, teve a carreta da gratidão e o encerramento com o culto drive-in, com participação de Anderson Freire

Bolsonaro sanciona lei que torna obrigatório o uso de máscara

Medida foi publicada hoje no Diário Oficial da União. Saiba mais! 

Desigualdades e baixo aprendizado são os maiores desafios na educação

Relatório do Inep aponta desafios para cumprir metas do PNE. Saiba mais! 

Curta-metragem “Sepâh” usou o general Qasem Soleimani, morto pelos EUA, no último dia 3, como referência para personagem principal. Produção mostra a perseguição religiosa no Irã

Em meio a tensões entre os Estados Unidos e o Irã, a cidade de Natal (RN), virou cenário para um filme curta-metragem, cuja história se passa no país do Oriente Médio. “Sepâh” é baseado em fatos reais e explora uma face dos vários conflitos que existem na região: a perseguição religiosa.

O general Qasem Soleimani, morto pelos Estados Unidos, foi uma das referências para construção do personagem principal. O filme foi todo filmado na capital potiguar pela produtora Luz em Ação, que é cristã, e tem sedes em Natal e em Sierra Vista (Arizona/EUA). Produção também teve parceria com o Ministério Iran Alive.

De acordo com o diretor da produção, Marcelo Enns, a ideia foi “dar voz” a pessoas perseguidas por suas crenças. A história é de um comandante da Guarda Revolucionária Islâmica do Irã. O oficial vê sua carreira e a vida de sua família em risco após descobrir que a própria irmã é parte do movimento clandestino que a Guarda tem por objetivo exterminar.

O general Qasem Soleimani, morto em um ataque dos Estados Unidos no último dia 3 em Bagdá, no Iraque, foi uma das principais referências visuais para a construção do personagem Amir, protagonista do filme. O lançamento da produção, nas redes sociais, foi antecipada para a última quinta (9) por conta do conflito entre os dois países.

“Em conversas com nossos amigos iranianos, nós conhecemos essa história incrível. A maioria deles não está mais no Irã, porque existe perseguição religiosa. Se você não for da religião predominante, que é islamismo xiita, você corre risco de morte. Nossos amigos refugiados nos contaram essa história e a gente queria ser uma voz para eles”, afirmou.

Atores que trabalharam na produção do filme, que mostrou a perseguição religiosa no Irã. Foto: Luz em Ação

Sobre a produção

O curta foi filmado em um período de oito dias, com sete atores e 17 figurantes. O elenco conta com a atriz iraniana Ferdos Heidari. Além dos brasileiros, pastor Yago Martins, do canal Dois dedos de teologia, e Dalton Neto.

O diretor Marcelo Enns afirma que os projetos da produtora têm como propósito dar visibilidade aos que, em seus próprios países, são censurados e perseguidos por questões religiosas, correndo até risco de morte. “A gente quer ser uma voz para as pessoas que não têm voz, porque seria impossível, dentro do Irã, produzir filmes sobre esses assuntos”, diz.

Assista o filme


- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Artistas cristãos na ação social “Eu Soul VC”

Entre os artistas cristãos confirmados estão Casa Worship, Renascer Praise, André e Felipe, Rebeca Carvalho e Leandro Borges

The send Argentina é adiado para 2021

Em comunicado, os organizadores do The Send disseram que a data exata será definida assim que o governo tiver o poder de reativar eventos maciços

Em agosto, 16º Fórum de Ciências Bíblicas

Com o tema “A Bíblia para as novas gerações”, evento será realizado nos dias 13 e 14 de agosto, no Centro de Eventos de...

Expoevangélica 2020 é adiada para dezembro

Neste ano, a Expoevangélica celebra 15 anos e pretende realizar uma grande festa em Fortaleza (CE).

Plugue-se

Juliano Son canta “Nada mudou”, do EP Tudo Novo

Canção é o quinto e último single do projeto musical Tudo Novo, de Juliano Son

Kemuel e o fenômeno da música “Algo Novo”

Com quase cinco milhões de vies no Youtube, "Algo Novo", tem impactado a vida de muita gente e diversos testemunhos de cura 

“Quando o sol se põe” estreia dia 22, na Netflix

Filme é uma boa opção para todas as pessoas, independente da religião. Entre os atores de “Quando o Sol se Põe” estão a cantora Priscilla Alcantara, Lu Alone, Filipe Lancaster e Lito Atalaia

Denzel Washington e seu encontro sobrenatural com o Espírito Santo

O ator é bem conhecido por interpretar o papel de Malcolm X - um filme biográfico relacionado às atuais tensões raciais nos Estados Unidos e o Livro de Eli