22.9 C
Vitória
segunda-feira, 26 outubro 2020

As perguntas que despertam a vida de um líder

Leia também

Indicado à Anvisa assinou contrato suspeito de irregularidade na Saúde

Na última segunda-feira, dia 19, a Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado aprovou duas outras indicações feitas por Bolsonaro à Anvisa

Líder de governo na Câmara diz que Constituição tornou o Brasil ‘ingovernável’

"O poder fiscalizador ficou muito maior que os demais" e, por isso, seria necessário também "equilibrar os Poderes" no país, comentou Barros

Desembargadora derruba decisão que bloqueou R$ 29 mi em bens de Doria

O juiz havia considerado que há indícios de que Doria feriu os princípios da impessoalidade e da moralidade administrativa

As Quatro perguntas que ajudam a guiar a vida de homens e mulheres no serviço do reino, que vivem acordados à luz de nossa ressurreição.

Como líderes na igreja ou mercado, somos frequentemente e consistentemente bombardeados por questões de todas as variedades. Isso pode involuntariamente criar um modus operandi que devemos ter todas as respostas para as questões mais prementes. Nós nos tornamos a fonte onisciente de soluções. Lenta e sutilmente sem nos darmos conta, nos esquecemos de nos fazer perguntas – as questões mais fundamentais da vida.

Perguntas sondam o coração e revelam nossas vidas. Quatro perguntas que venho ponderando ultimamente são de natureza pessoal, relacional, de movimento. O pessoal é o mais indispensável.

Confira:

1 – Eu tenho uma vida que valha a pena imitar?
Deixando de lado todas as máscaras e rejeitando qualquer sensação de autenticidade falsa, a vida que atualmente estou valendo a pena imitar? Descobri um estilo de vida em que gostaria de convidar os outros a viver porque é bonito e bom? Minha vida está enraizada em um amor que não conhece fronteiras? Minha fome de significado está fundamentada em Cristo, transcendendo meu atual sentimento de fracasso ou sucesso, inadequações ou dons?

Descobri uma alegria que pode atravessar decepções, desastres e distrações? Eu estou em um caminho que está crescendo minha capacidade de paz e paciência com as pessoas em meio ao estresse da atividade ao meu redor e os prazos exigentes à minha frente? Nesses momentos de silêncio denso e solidão, posso dizer com o apóstolo Paulo: “Segue-me como eu sigo a Cristo?” Ou será que minha vida reflete mais o “homem do subterrâneo”?

Esse tipo de pessoa vive em um mundo desprovido de transcendência, e assim eles são deixados para arranhar e agarrar o significado em uma estrutura horizontal. Incapaz de estar enraizada no divino, a pessoa do subterrâneo é deixada prisioneira da inveja, pois se compara a outros. A legítima auto-reflexão com o cuidado intencional da alma se presta a uma vida que é ao mesmo tempo fiel e frutífera. Como está sua alma?

Questão Relacional

2 – Temos uma comunidade digna de adesão?
Quer você lidere uma igreja, um negócio ou uma banda, os líderes rapidamente reconhecem a necessidade de cultivar uma cultura que cada vez mais ofereça às pessoas um sentimento de pertencimento. Pois no princípio era comunidade – o Pai, o Filho e o Espírito – numa dança interminável de prazer mútuo.

A realidade mais fundamental da existência é a comunidade. Nós fomos criados para a vida compartilhada na comunidade. No entanto, a pessoa subterrânea ainda vive aprisionada pelas leis do submundo, onde a vingança, o ressentimento e o rancor correm soltos, tendo herdado um modo de vida que leva ao isolamento e à alienação.

Como cultivamos uma comunidade onde cada pessoa é apreciada, aceita e valorizada por quem ela é, onde o conflito é considerado um problema normal nas relações humanas, mas o conflito não resolvido é considerado anormal, prejudicial e destrutivo?

Você está construindo uma comunidade relacionalmente saudável? Como você se eleva acima das leis destrutivas do submundo e se torna um aprendiz de Jesus e aprende o ofício de perdão e reunião que se encontra nele? Como você está se enraizando no amor de Deus e experimentando o perdão, para que possa amar e perdoar os outros?

Aquele que vive com rancor e amargura simplesmente revela que eles ainda não se amarram a Cristo em sua morte e ressurreição.

Como uma pessoa que começou igrejas nas costas leste e oeste, e que atualmente tem a chance de trabalhar com plantadores de igrejas em todo o país, eu reconheci que se não formos capazes de ajudar as pessoas a desistir de seus rancores e aprender a se dar bem uns com os outros, não temos muito a oferecer a um mundo que vive perpetuamente no subsolo.

Engajar-se em práticas que nos ajudam a transformar conflitos em oportunidades de vida para mudanças construtivas é vital.

Pergunta Incarnacional

3 – Temos uma missão pela qual vale a pena morrer?

Somente quando pensamos cuidadosamente nas duas primeiras questões é que é mais provável que nos aproximemos da nossa missão na vida de uma forma que não fira intencionalmente aqueles que pretendemos ajudar.

O que preciso fazer para transformar meu zelo juvenil em uma presença local cuidadosa e fiel no lugar em que habito?

Quando se compreende que no centro do universo está um Deus missionário que busca a renovação de todas as coisas, muda a maneira como nos aproximamos da missão. João nos diz que Aquele que é a Palavra “se fez carne e sangue, e se mudou para a vizinhança” (João 1:14, A Mensagem).

Em um mundo onde somos tentados a estender nossos ministérios através de vídeo-igreja, somos convidados a seguir a Jesus, que deixou um reino onde o tempo e o espaço não tiveram consequências, para viver em um tempo particular, em um espaço particular, com um pessoas particulares. Como o conhecimento da encarnação deve moldar o povo de Deus na era digital?

Um convite à fidelidade é a adoção de uma postura que reconheça que Deus inicia a missão. Que práticas permitiriam discernir o trabalho e o sussurro de Deus entre as pessoas no lugar para o qual você foi chamado? A missão é reconhecer a beleza e o quebrantamento nos lugares em que vivemos e responder às mágoas e às esperanças das pessoas a quem fomos enviados.

Pergunta de movimento

4 – O que estamos multiplicando é reprodutível?
O movimento requer reprodutibilidade. Então, como nos engajamos em práticas que movem o discipulado da periferia de nossas vidas para o próprio centro? Muitas vezes, como líderes, podemos impressionar as pessoas com nossas habilidades, nossos dons de comunicação e nossa perspicácia, mas é meramente criar espectadores empolgados Precisamos aprender o trabalho essencial de tornar as coisas complexas acessíveis, factíveis e aplicáveis ​​aos discípulos.

*Extraído de Christianity Today – JR Woodward 


Leia mais

Edificando a igreja – a importância da atuação em um ministério 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

“Sentido” é o novo álbum musical de Leonardo Gonçalves

Gravado em Praga, na República Tcheca, álbum conta as canções que marcaram os mais de 20 anos de carreira de Leonardo Gonçalves

Quando Deus nos dá o livramento!

Assim que foi imobilizado pela equipe de resgate, mandou uma selfie para a namorada para contar que estava tudo bem. Saiba mais!

Conexão de hoje: “Salomão, meu sócio! E agora?”

O tema da live será “Salomão, meu sócio! E agora?”. Comunhão transmite Ao vivo, a partir das 19h. Assista aqui!

Dicas para fortalecer os laços familiares

Família perfeita não existe, mas, com ajustes, é possível conviver com leveza e alegria.

Nigéria: Estão suspensos projetos de tradução da Bíblia

Esse anos, os tradutores da Bíblia não conseguiram se reunir na Nigéria para verificar o trabalho de tradução uns dos outros por conta da pandemia, terrorismo e violência no país. Saiba mais!

Gabriela Rocha e Kim Walke cantam “Teu espírito”

O lindo dueto entre Gabriela Rocha e Kim Walke está emocionando milhares de pessoas ao redor do mundo. Conheça a canção

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Semana dos manuscritos do Mar Morto; Saiba mais!

Arqueólogos e especialistas vão apresentar um dos mais impactantes achados da humanidade, na semana dos manuscritos do Mar Morto. Evento, que começa nesta segunda,19, é gratuito!

Live Solidária “Um Com Eles” em Libras

A live solidária, realizada pela Portas Abertas, será transmitida pelo Facebook, e estará acessível a todos que entendem a língua brasileira de sinais. Saiba mais!

Desafio Superação em corrida virtual; É neste domingo, 18

Em alusão ao Outubro Rosa, o Desafio Superação vai mobilizar mulheres cristãs de todo o Brasil em prol da saúde. Saiba mais!

Vovô Raul Gil recebe artistas gospel em live; Saiba mais

A live gospel do Vovô Raul Gil será no dia 21 de outubro e vai reunir personalidades e artistas evangélicos. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

“Sentido” é o novo álbum musical de Leonardo Gonçalves

Gravado em Praga, na República Tcheca, álbum conta as canções que marcaram os mais de 20 anos de carreira de Leonardo Gonçalves

Respostas simples para questões complexas sobre a fé cristã

"Cristianismo bem explicado" é o quarto livro da série da Mundo Cristão, dedicada a esclarecer pontos difíceis sobre convívio social, Bíblia e teologia.

Kemuel fará reality; Novidade será anunciada em live

Isadora Pompeo, Rebeca Carvalho, Sarah Beatriz, Neil Barreto, Felipe Vilela e Pyero Tavolazzi são alguns dos convidados da live com Kemuell neste domingo, 25

Lenda da indústria da música, Mariah Carey e o despertar da fé

Em seu livro "The Meaning of Mariah Carey" (O significado de Mariah Carey), a cantora pop , Mariah Carey, disse que depois de encontrar o Espírito Santo durante sua juventude, sua fé em Deus foi despertada. Saiba mais!