27.3 C
Vitória
segunda-feira, 30 março, 2020

Perdão de quem sobreviveu a um aborto

- Continua após a publicidade -

Mais lidas

Abertura dos jogos olímpicos acontecerá em julho de 2021

Os Jogos Olímpicos de Tóquio têm nova data definida para serem realizados: de 23 de julho a 8 de agosto de 2021 na capital japonesa

Hospital no Pacaembu deverá ser entregue em abril

A construção para receber pessoas com a Covid-119 é uma parceria entre Hospital Israelita Albert Einstein e Prefeitura de São Paulo

Bolsonaro recorrerá da decisão da Justiça de fechar igrejas

Uma ação do Ministério Público Federal, a Justiça Federal suspendeu a validade dos decretos presidenciais que incluiu na lista de serviços essenciais, os templos religiosos e casas lotéricas. Confira!

Covid-19: número de mortes no Brasil sobe para 136

Os casos confirmados da doença aumentaram de 3.904 para 4.256. Confira!

A incrível história de perdão de Claire Culwell com a mãe, ao sobreviver ao aborto. “Você me abortou, matou o meu irmão, mas eu o perdoo”

Após saber que sobreviveu milagrosamente a um aborto, Claire Culwell, se tornou uma ativista pró-vida nos EUA. Ao saber que teria sido vítima de um aborto, ela exerceu o perdão. “Você me abortou, matou o meu irmão, mas eu o perdoo”, diz.

Em suas palestras Claire diz: “Nos disseram que nossa voz, nossa humanidade, nossa experiência com o aborto não importa. A única coisa que importa é que as mulheres possam fazer o que quiserem”.

A revelação do aborto

Assim que conheceu sua mãe biológica, Claire e a mãe começaram a construir um relacionamento. Cerca de dois meses após o primeiro encontro, Claire teve um choque ao ouvir uma revelação.

“Eu tinha um presente para ela e era um anel e colar com minha pedra de nascimento”, conta. Mas depois que entregou os presentes à mãe notou um sofrimento em sua expressão. “Havia uma dor em seus olhos. É realmente indescritível, aquela dor que eu vi”, disse.

A mãe começou a tremer e chorar, antes de revelar o que ela jamais imaginaria. “Ela estava tremendo e chorando e disse: ‘Claire, eu fiz um aborto quando estava grávida de você. Eu tinha 13 anos e minha mãe me disse que só havia essa opção para mim’”, compartilhou Claire.

Claire ficou confusa, considerando que ela estava viva e foi entregue para adoção. Porém, após o aborto, algo não parecia muito certo.Então a mãe biológica de Claire voltou à clínica e soube que estava grávida de gêmeos.

“Eles disseram a ela: ‘Você estava realmente grávida de gêmeos. Temos um bebê aqui, que sobreviveu”, contou Claire. “Nasci algumas semanas depois, [quando minha mãe estava com] 30 semanas de gestação.”

Claire Culwell hoje participa de causas pró-vida. Foto: Facebook

Sequelas

Como sequela do tentativa do aborto, Claire tem um quadril deslocado e pés torcidos. A mulher diz ser seu “lembrete diário” de que é “uma sobrevivente do aborto”, além de agora saber que é uma “gêmea sem gêmeo”.

Ao saber de tudo isso, Claire teve que lidar com sua nova realidade. “Eu sobrevivi a algo que literalmente deveria ter tirado minha vida”, disse. “Uma coisa que deixei de saber era que Deus tinha um plano para minha vida. Havia um propósito para a dor que experimentamos”, diz.

Perdão

Mesmo diante de ter passado por tudo isso, Claire resolveu exercer o perdão. Escreveu uma carta na qual perdoa o médico que a abortou e a mãe.

“Até hoje sofro complicações no quadril e nos pés, devido ao aborto. No entanto, da mesma maneira como Deus me perdoou de muitas coisas, eu decidi perdoar você”, diz a carta.

Diante daquela revelação, Claire tornou-se advogada e tem compartilhado publicamente sua história de sobrevivência ao aborto – uma história que “despertou muitas pessoas”.

*Com informações Pureflix 

- Continua após a publicidade -

Revista Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

26 de março: live – Como inovar na igreja em tempos de disruptura

Nesta quinta (26), as 19h, vai acontecer a primeira live da série "O efeito da liderança na crise” com Josué Campanhã, diretor da Envisionar e Thiago Faria

Novo Som faz show online

Devido a quarentena por causa do coronavírus, a banda vai estar ao vivo no sábado (28) a partir das 20h. Será transmitido pelo Instagram e Facebook

Coronavírus: Os eventos evangélicos que já foram cancelados

Devido a pandemia que se instalou no país por conta da Covid-19, muitos eventos evangélicos foram cancelados, suspensos ou adiados. Confira!

Oficina sobre comicidade no ambiente hospitalar

O Lacarta Circo Teatro abre inscrição para palhaço hospitalar. A oficina acontecerá dia 14 e 15 de março das 09h às 16h, na sede...

Receber notícias

Gostaria de receber notícias em primeira mão? Assine gratuitamente agora:

Plugue-se

Programas on-line para mentoreamento de homens e mulheres

Ministérios vão transmitir série de lives com objetivo de fortalecer as famílias e oferecer aos pastores, líderes e cônjuges ferramentas para o cuidado intencional, discipulado e mentoreamento

Vem aí o Festival de Cinema Cristão 2020

Entre as novidades do Festival desse ano estão a abertura para a categoria de filmes para surdos e mudos. Inscrições começam dia 1º de abril e vão até 30 de junho

Um encontro diário com a Palavra de Deus

A SBB mobiliza-se para levar esperança à população brasileira, disseminando, pelos meios digitais, a mensagem da Bíblia Sagrada. Entre as ações estão a campanha #PalavradeEsperança e o podcast Um minuto com a Bíblia

Como a pandemia deve ser encarada pelos cristãos?

“Creia no sobrenatural de Deus”, diz médica cristã, ao falar sobre o medo do coronavírus e como os cristãos devem encarar a pandemia