29.4 C
Vitória
sábado, 16 janeiro 2021

Pazuello diz que falta cloroquina; Exército informa que tem estoque

O Ministério da Saúde afirmou que, neste ano, atendendo solicitações de Estados e municípios, enviou 5.284.700 unidades de difosfato de cloroquina 150 mg para todo o País

Por André Borges (AE)

O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou na última quinta-feira, dia 13, que o governo federal não conseguiu atender “nem 50%” da demanda por cloroquina feita por Estados e municípios. O medicamento tem sido usado no tratamento contra a covid-19, com defesa intensa pelo presidente Jair Bolsonaro, mesmo sem comprovação científica da sua eficácia.

O Exército, no entanto, maior aliado do governo na produção dos comprimidos de cloroquina, afirmou ao Estadão na segunda-feira, 17, que possui hoje quase 1 milhão de comprimidos em seus estoques e que, desde julho, não recebeu nenhuma nova demanda para produção do remédio. Essa produção é feita após o Exército receber pedidos pelos Estados e municípios.

“Coloco de uma forma bem clara que nós atendemos demandas, nós não distribuímos sem demanda, e alerto que nós não conseguimos atender nem 50% do que nos demandam”, disse Pazuello, durante participação em audiência pública no Congresso, no dia 13, à comissão que acompanha a situação da pandemia do novo coronavírus.

O ministro interino ainda acrescentou: “nosso estoque hoje, no Ministério da Saúde, é zero. Não temos nem um comprimido para atender as demandas. Nós temos uma reserva de 300 mil itens, apenas para atender malária, guardada, o que representa algo em torno de 20% do que eu preciso por ano. Temos uma demanda reprimida hoje de mais de 1,6 milhão de doses para Estados e municípios, só hoje”.

Antes dessas declarações de Pazuello, a reportagem já havia questionado o Exército sobre detalhes de sua produção, que é realizada por seu Laboratório Químico Farmacêutico (LQFEx). As respostas chegaram na última segunda-feira. Perguntado se o laboratório tem disponibilidade de estoque do medicamento, o Exército informou que “possui atualmente um estoque de 922.880 comprimidos de Cloroquina 150mg”.

A respeito de sua produção de comprimidos de cloroquina, o órgão informou que “houve a produção no LQFEx até julho de 2020” e que “no momento, não há novas demandas produtivas”.

A reportagem enviou essas informações ao Ministério da Saúde, para esclarecer os motivos das contradições. Por meio de nota, a pasta informou que “não possui estoque de difosfato de cloroquina, uma vez que o medicamento foi distribuído de acordo com os pedidos e planejamento prévio do Ministério da Saúde”.

O ministério afirmou que, neste ano, atendendo solicitações de Estados e municípios, enviou 5.284.700 unidades de difosfato de cloroquina 150 mg para todo o País. Paralelamente, declarou que recebeu doação de 3 milhões de unidades de sulfato de hidroxicloroquina, em frascos de 100 e 500 comprimidos. “O medicamento deve ser enviado nas próximas semanas aos Estados e municípios que solicitarem à pasta e apresentarem condições de fracionar e distribuir as unidades, conforme orientações da Anvisa”.

O Ministério da Saúde informou ainda que “permanece em constante avaliação da possibilidade de produção e aquisição de ambos medicamentos”, referindo-se à cloroquina e hidroxicloroquina.

Segundo o Exército, seu laboratório produziu aproximadamente 3 milhões de comprimidos de cloroquina 150mg, desde que a operação foi anunciada pelo governo. A produção teve por objetivo atender às demandas do Ministério da Saúde e Ministério da Defesa.

Os gastos dessa produção chegaram, até o momento, a R$ 1,137 milhão, segundo o Exército. A capacidade de produção do laboratório, que é de 1 milhão de comprimidos semanais, não foi ampliada. Após a última etapa de produção do medicamento, no início de junho de 2020, esgotaram-se os estoques para produção pelos militares.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Avião que buscará vacinas na Índia parte amanhã à noite do Recife

Ao chegar ao país, a vacina ainda precisa aguardar o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para que as doses comecem a ser aplicadas

Coronavírus chega aos confins da Terra ao atingir a Antártica

O pessoal da base "já está devidamente isolado e monitorado constantemente" pelas autoridades de saúde de Magalhães, na Patagônia chilena

Ministério da Saúde faz pesquisa sobre situação vacinal das crianças

A partir dos resultados do estudo, o Ministério da Saúde poderá definir novas estratégias que possibilitem melhorar o acesso à vacinação das crianças

Governo destina R$ 20 bi para vacinação da população

De acordo com o governo federal, o valor será financiado com o uso de superávit financeiro de exercícios anteriores

“Ministério vai buscar vacina de excelência”, diz Pazuello

Ministério da saúde informou que a vacina não será obrigatória. Saiba mais!

Ministério da Saúde discute compra de vacina indiana

O ministério afirma, "os resultados dos testes em andamento e as condições de compra, logística e armazenamento oferecidas pelo laboratório"

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Encontro para a Consciência Cristã em fevereiro; Saiba mais!

Pela primeira vez em mais de duas décadas, o tradicional encontro para a Consciência Cristã será realizado online.

The Send online será neste sábado, 9

Um dos maiores eventos de louvor, adoração evangelismo no mundo, o The send, costuma reunir milhares de pessoas. Saiba mais!

Passion Conference no último dia do ano; Saiba mais!

O cantor Fernandinho é o único artista brasileiro a participar da Passion Conference. Saiba mais!

Aulas criativas e transformadoras sobre a Bíblia

Para quem ensina a Bíblia, mas tem dificuldade no preparo das aulas, um workshop gratuito será apresentado pelo pastor Lécio Dornas, em janeiro. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

“Abandono” é o novo single da Banda Catedral

Canção inédita é uma crítica social 

Morre o pai da cantora Cassiane

O anúncio de sua morte foi feito pelas redes sociais de Cassiane. As causas da morte ainda não foram reveladas pela família. Saiba mais!

Juliano Son e seu “Voaremos”

Em parceria com Júlia Vitória, o artista inicia 2021 desejando novos vôos ao vento do Espírito Santo. Saiba mais!

Larry e Devi Titus em a vida a dois como você nunca viu!

Em "Ele diz, ela diz", Larry e Devi Titus traz uma abordagem inovadora, dedicada a casais em que marido e mulher têm personalidade marcante e atuam em alguma esfera de liderança