24.4 C
Vitória
terça-feira, 9 agosto 2022

Ex-jogadora da seleção brasileira de vôlei dá testemunho de fé

Positivamente Podcast, apresentado pela atriz Karina Bacchi que entrevista Paula do Vôlei, a direita na imagem. Foto: Reprodução / Instagram positivamente.podcast

“Paula do Vôlei” ex-jogadora da seleção brasileira, atualmente é pastora na igreja Assembleia de Deus Cidade Nova no Rio de Janeiro (RJ)

Por Victor Rodrigues 

Quando se escuta o testemunho da bicampeã olímpica que orgulhou o Brasil durante a sua época como atleta da Seleção Brasileira, “Paula do Vôlei”, é possível afirmar que sua trajetória de fé é ainda maior do que o sucesso que ela obteve nas dentro das quadras. 

Atualmente a ex-jogadora é pastora na igreja Assembleia de Deus Cidade Nova no Rio de Janeiro (RJ) e pré-candidata a deputada estadual pelo estado. 

Na última terça-feira (24), a atriz Karina Bacchi entrevistou Paula, em seu canal do YouTube no Positivamente Podcast. Durante o encontro, a ex-atleta revelou que se converteu a Cristo na juventude em um retiro espiritual. 

Do mesmo modo, a conversão da jovem atleta foi impulsionada pelo próprio contexto familiar que na época era conturbado. Seu pai era alcoólatra e a mãe adepta do carnaval. Além disso, a herança religiosa da família era a vertente espírita.

“Na Palavra do Senhor diz que a fé é a convicção das coisas que não se veem mas que se esperam, as vezes você tem desejo, tem fé de alguma coisa, seja por alguma cura, seja pela transformação da sua família, quando a gente de fato entrega nosso caminho ao Senhor e confia nEle, as demais coisas Ele faz”, conta a ex-atleta. 

Evangelismo 

Ao completar 36 anos, Paula do Vôlei disse que precisou tomar um novo rumo em sua vida, pois não tinha certeza se iria se aposentar do esporte.

Por outro lado, o fato de precisar morar com outras colegas devido às viagens dos times que integrava a proporcionou compartilhar da Palavra de Deus. Ainda assim, ela conseguiu se formar em psicologia e dar um tempo do esporte, conseguindo emprego numa loja onde não passou muito tempo.

“Mas evangelizei todo mundo na loja, preguei para todo mundo, levei todo mundo para igreja”, disse Paula, que terminou virando pastora da igreja Assembleia de Deus Cidade Nova. A sua fé, como resultado, também impactou a vida dos seus pais.

Durante uma conversa com a filha, o pai da atleta, que estava internado em um leito de hospital após lutar contra o câncer, aceitou a Jesus. “Ele recebeu a oração, aceitou Jesus e chorou igual criança. Tudo é um caminho de Deus”, disse ela. 

Assista 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Entre para nosso grupo do Telegram

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se