23 C
Vitória
quinta-feira, 2 julho, 2020

Pastor será julgado por “ofensa à solidariedade”

Mais lidas

Informais foram os mais afetados pela pandemia, revela Ipea

Por conta dos impactos causados pelo novo coronavírus, em maio, o grupo de informais recebeu em média 60% do que era esperado

Hoje é o último dia para pedir o auxílio emergencial

Prazo para novos cadastros termina nesta quinta às 23h59. Saiba mais! 

MEC define protocolo de segurança para volta às aulas

Cronograma das atividades deve ser orientado pelo governo local. Saiba mais! 

Brasil chega a 60 mil mortes por covid-19

O país soma 1.488.753 casos acumulados da doença. Saiba mais! 

Suíça: Conheça o caso do pastor Norbert Valley. Ele foi  condenado por “ofensa à solidariedade” e será julgado em 12 de março. Confira!

A audiência do pastor Norbert Valley perante o Tribunal de la Chaux-de-Fonds está marcada para 12 de março, anuncia a RTN, um meio de comunicação Neuchâtel.

Em 2018, o Pastor Valley havia oferecido hospedagem e várias refeições a um nacional togolês, que estava em situação ilegal na Suíça. Esse gesto de solidariedade lhe rendeu a multa de dez dias. Além disso, teve que pagar uma multa em dinheiro.

Sempre escondido na Suíça, este togolês sem documentos descreveu por telefone “a extrema precariedade” em que vive há quatro anos.

Em 20 de fevereiro, apoiadores do pastor evangélico condenado por um “crime de solidariedade” organizaram uma conferência de imprensa nesta cidade. Como resultado o advogado do pastor declarou que iria declarar a absolvição. Ou seja com base em uma sentença do Tribunal Federal que não considera como obstáculo à ação administrativa a provisão de um acomodação por alguns dias.

Denúncia

Presentes em 20 de fevereiro na conferência de imprensa, representantes da Rede Evangélica Suíça, Anistia Internacional, Ação dos Cristãos pela Abolição da Tortura e Solidariedade sem Fronteiras denunciaram a atitude da Suíça. De acordo com a organização é um dos países mais repressivos em termos de asilo.

Por outro lado, a conselheira de Estado Lisa Mazzone mencionou sua iniciativa parlamentar, que visa pôr um fim ao crime de solidariedade. Assim, as pessoas que prestam assistência a migrantes indocumentados não devem ser punidas, se suas razões forem honráveis. Esta iniciativa deve ser discutida em Berna durante a sessão de março.

*Com informações de Evangeliques

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Artistas cristãos na ação social “Eu Soul VC”

Entre os artistas cristãos confirmados estão Casa Worship, Renascer Praise, André e Felipe, Rebeca Carvalho e Leandro Borges

The send Argentina é adiado para 2021

Em comunicado, os organizadores do The Send disseram que a data exata será definida assim que o governo tiver o poder de reativar eventos maciços

Em agosto, 16º Fórum de Ciências Bíblicas

Com o tema “A Bíblia para as novas gerações”, evento será realizado nos dias 13 e 14 de agosto, no Centro de Eventos de...

Expoevangélica 2020 é adiada para dezembro

Neste ano, a Expoevangélica celebra 15 anos e pretende realizar uma grande festa em Fortaleza (CE).

Plugue-se

Kemuel e o fenômeno da música “Algo Novo”

Com quase cinco milhões de vies no Youtube, "Algo Novo", tem impactado a vida de muita gente e diversos testemunhos de cura 

“Quando o sol se põe” estreia dia 22, na Netflix

Filme é uma boa opção para todas as pessoas, independente da religião. Entre os atores de “Quando o Sol se Põe” estão a cantora Priscilla Alcantara, Lu Alone, Filipe Lancaster e Lito Atalaia

Denzel Washington e seu encontro sobrenatural com o Espírito Santo

O ator é bem conhecido por interpretar o papel de Malcolm X - um filme biográfico relacionado às atuais tensões raciais nos Estados Unidos e o Livro de Eli

Petição pede cancelamento de filme que descreve Jesus como lésbica

A petição, que já conta com mais de 137 mil assinaturas, é da Comissão Cristã de Cinema e Televisão internacional