back to top
25.9 C
Vitória
quinta-feira, 20 junho 2024

Pastor-motorista usa aplicativo como plataforma de evangelização

Foto: Reprodução New York Post

O pastor acredita ainda que os cristãos que dirigem Uber deveriam usar essa oportunidade para levar a Palavra a todos. Os cristãos trabalhadores também evangelizam em livrarias e até no ambiente militar.

Para muita gente ser cristão não se resume apenas em congregar em uma igreja e seguir os mandamentos de Deus, é, além disso, evangelizar com a própria vida. Em Nova York um pastor usa o seu carro com uma verdadeira “igreja sobre rodas”.

O Pastor Kennety Drayton vem transformando o seu ganha-pão em local de salvação de almas. Com 54 anos de idade, o líder religioso do Brooklyn acredita que a sua labuta diária “abre a porta para entrar na vida dos passageiros”, e com isso, procura “iluminar o dia deles e dar-lhes conselhos”.

Ele explica que a experiência religiosa é oferecida desde que um novo passageiro senta no banco traseiro.

“Eu toco apenas música clássica e meu carro está sempre impecavelmente limpo. Eles sentem a presença de Deus”, garante, acrescentando que o clima no automóvel é sempre de “paz e tranquilidade”.

- Continua após a publicidade -

Com o ambiente propício, o pastor Kennety conta que a maioria dos passageiros “começa a se abrir”, e ele prega a todos que mostram interesse.

MINISTÉRIO

Segundo o New York Post, o pastor é ligado ao Ministério Palavra de Esperança e diz ter acumulado muitas experiências positivas desde que começou a usar o Uber para complementar a sua renda.

Além de contar seus problemas, alguns pedem orações quando descobrem que o motorista também é pastor.“Essas experiências realmente me incentivam”.

Ele acredita que as pessoas apreciam o que ele faz, pois já possui mais de 1.000 classificações com cinco estrelas no aplicativo. No geral, sua classificação é de 4,8, disse ele. A pontuação máxima é cinco.

O pastor acredita ainda que os cristãos que dirigem Uber deveriam usar essa oportunidade para levar a Palavra a todos, já que muita gente não ouviria em outras condições.

BÍBLIA NO TÁXI

Wellington Santana Sarmento, de 27 anos, não é motorista da Uber, mas tem um ponto em comum com a história do pastor Kennety Drayton: ele aproveita as corridas que faz em seu táxi para evangelizar.

Taxista há mais de cinco anos e atuando no ponto do bairro Nova Brasília, no município de Cariacica, no Espírito Santo, ele conta que quando o passageiro dá uma abertura para iniciar uma conversa ele aproveita a oportunidade e fala sobre a Palavra de Deus.

“Eu trabalho diariamente e pelo menos uma vez por dia eu evangelizo dentro do meu táxi. No veículo há sempre uma bíblia a vista e muitos passageiros já aproveitaram para ler. A Palavra de Deus fica sempre ao alcance dos passageiros”, conta.

CONVITES

Wellington congrega na igreja Assembleia de Deus do bairro Operário, no município de Cariacica, no Espírito Santo há mais de 15 anos. Ele afirma que evangeliza no seu ambiente de trabalho quando interage com os outros taxistas.

“Nas pausas entre uma corrida e outra os taxistas ficam no ponto de sempre conversamos sobre tudo e, durante o bate papo aproveito para falar de Deus, convido meus colegas de trabalho para visitarem a minha igreja e muitos já participaram do culto”.

TESTEMUNHO
Pastor-motorista usa aplicativo como plataforma de evangelização
Foto: Arquivo Pessoal

Uma distribuidora de produtos evangélicos vem chamando a atenção dos clientes no bairro Vila Rubim, em Vitória, Espírito Santo. Os clientes que frequentam o local são evangelizados somente através dos produtos que estão a venda, eles partilham experiências de vida e da Palavra de Deus.

“Para indicarmos algum livro, por exemplo, falamos do que lemos e como transformou a nossa vida. Damos testemunho e o cliente se sente tocado antes de levar um livro para casa que certamente irá transformar a vida dele também”, afirmou a vendedora Stephanie Gonçalves Vieira, de 22 anos.

LOUVOR

Dona de uma voz impecável, a jovem vendedora canta louvores para quem entra no local. Há casos em que a venda se transforma em um grande louvor. “A pessoa quer comprar um cd e como não tem como ele ouvir o material aqui, eu canto os louvores. Eles se emocionam”.

Apesar do local ser um comércio, as relações construídas na distribuidora não se resumem apenas a vendas para um público consumidor. Os clientes são tratados como amigos. “É uma troca de experiência cristã”, conclui a vendedora.

MILITAR DE CRISTO
Pastor-motorista usa aplicativo como plataforma de evangelização
Foto: Arquivo pessoal

O rigor e a disciplina da vida militar e os ambientes dos batalhões e companhias da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES), foram os locais que o subtenente Severino Alexandre de Brito, de 63 anos, evangelizou durante 42 anos.

“Nunca perdi uma oportunidade de falar do Senhor e do Evangelho quando eu estava na ativa”, disse.

O militar que hoje está na reserva remunerada da PMES (aposentado) congrega na Igreja Batista do bairro Santa Rita, em Vila Velha, no Espírito Santo e atualmente, mesmo aposentado, não deixou de frequentar os batalhões da corporação e também do Exército e da Marinha, pois é capelão evangélico voluntário.

“Hoje estou sempre no Quartel do Comando Geral da PM e em batalhões. Temos um grupo que realiza cultos nestes locais e visitas aos militares que precisam de um apoio espiritual. Nossa missão não se resume ao mundo militar, também fazemos trabalho de evangelismo nas ruas”.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -