18.3 C
Vitória
quarta-feira, 6 julho 2022

Pastor impede tragédia durante culto nos Estados Unidos

Foto: Reprodução Nashville Light Mission Pentecostal Church

O momento da violência foi registrado por uma câmera de segurança da igreja. Nas imagens, o agressor, de 26 anos, aparece apontando o revólver em direção às pessoas que estavam no local

Por Patricia Scott 

Após impedir uma tragédia durante um culto em uma igreja  em Nashville, Tennessee, nos Estados Unidos, o pastor Ezekiel Ndikumana recebeu o título de herói. Sentado em um dos bancos da frente da Igreja Pentecostal Nashville Light Mission, no último domingo (07), o agressor, Dezire Baganda, de 26 anos, sacou uma arma e dirigiu-se ao altar. Neste momento, o líder religioso estava orando com os fiéis.

“Ele queria matar, foi o que primeiro me veio à mente”, disse o pastor Ezekiel Ndikumana à WKRN sobre o ataque por meio de seu intérprete, Nzojibugami Noe.

O momento chegou a ser registrado por uma câmera de segurança da comunidade religiosa. Nas imagens, Dezire aparece, apontando o revólver em direção às pessoas estavam no local.

De repente, sem que Baganda se dê conta, um dos pastores que estavam na igreja, surge do fundo do altar e o segura por trás, conseguindo imobilizá-lo. Ele ainda retira a arma da mão Dezire Baganda e aguarda até que a polícia chegue à igreja.

Dezire Baganda invade igreja com revólver – Foto: Metropolitan Nashville Police Department

Segundo publicação do USToday, nenhum tiro foi disparado. “As ações heroicas de um pastor local e vários de seus paroquianos salvaram uma igreja de um ato violento”, afirmou a polícia em um comunicado divulgado à imprensa local.

Baganda não era membro da igreja. No entanto, já havia comparecido a alguns cultos. Ele foi acusado de 57 denúncias de agressão agravada, informou a polícia. O agressor está preso no condado de Davidson com uma fiança de US$ 375.000.

“Eu diria que Deus me usou porque senti que usaria a porta dos fundos como um exemplo, tentando ir atrás dele. E então tive a sensação de que iria agarrá-lo … e foi isso que aconteceu ”, salientou o pastor Ezekiel Ndikumana.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se